‘Dona Rayla’: Rapper de Palmas grava vídeo clip com denúncia ao racismo

Gravações aconteceram na praça dos Girassóis. O clipe “Sutil – Dona Rayla”, vai compor a Mostra Cultural do projeto Palmas Pro Hip Hop, que será realizado, em agosto de 2021, pelo Ponto de Cultura Cidade Perifa.

Compartilhe:

O protagonismo feminino ecoou na Praça dos Girassóis na voz da rapper Rayla, com a gravação do vídeo clip “Sutil – Dona Rayla” que denuncia o racismo e a violência policial, abordado na personagem de JP (Yan Rodrigues). A gravação do clipe, que ocorreram no última final de semana, tem a direção e produção de Erval Benmuyal e fez movimentar toda a equipe do Ponto de Cultura Cidade Perifa TV, responsável pela produção.

“Rayla é uma figura carismática e sua voz feminina dá conta de trazer as peculiaridades do cotidiano vivenciado pela garotada que vive na favela”, ressalta Benmuyal. A jovem rapper conta que a experiência de gravação do clipe em Palmas, desde o primeiro contato, a fez sentir feliz com a possibilidade de poder construir esse projeto em parceria com pessoas do seu território.

“É um projeto que neste momento, tem uma grande importância para mim, assim como foi satisfatório poder reunir pessoas do movimento cultural durante as gravações e reafirmar o valor de nossas ações em conjunto e a gratidão por realizar esse sonho dessa forma tão linda”. Declarou Rayla.

Foto: Divulgação

Segundo a produção, o clipe “Sutil – Dona Rayla”, vai compor a Mostra Cultural do projeto Palmas Pro Hip Hop, que será realizado, em agosto de 2021, pelo Ponto de Cultura Cidade Perifa. O evento tem o objetivo de marcar um momento de interação e intercâmbio com uma rapper da região, atualmente residindo em Brasília, que no momento tem suas composições e realizações interagindo com grandes nomes do rapper nacional.

O projeto é contemplado pela Lei Aldir Blanc, Agência de Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Solidária do Governo do Tocantins e conta com o apoio da Secretaria Especial da Cultura e Ministério do Turismo.