Covid-19: Tocantins registra 996 novos casos e mais 25 mortes em decorrência da doença

Com as atualizações o estado passou a somar 2.032 óbitos e 140.975 pessoas infectadas desde o inicio da pandemia.

Compartilhe

O boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde confirmou que o Tocantins registrou mais 25 mortes devido complicações da Covid-19, nesta quarta-feira (31). O estado agora contabiliza agora 2.032 óbitos. Nos últimos dias, o estado tem registrado as maiores quantidades de vítimas fatais, desde o início da pandemia. Nesta terça-feira (30) a marca de duas mil mortes foi ultrapassada.

Ainda segundo o boletim, houve mais 996 novos casos de coronavítus, sendo 187 nas últimas 24 horas. Com isso, o estado passou a ter 140.975 diagnósticos. A maioria dos casos diagnosticados foi na faixa etária entre 20 e 39 anos (396), seguida pelas pessoas com 40 e 59 anos (300).

Os pacientes que não resistiram, nesta quarta-feira, tinham entre 41 e 92 anos. Eles são:

  • Mulher, de 61 anos, moradora de Porto Nacional. Comorbidades: não relatado. Morte em 26 de março, no Hospital Santa Thereza.
  • Homem, de 72 anos, morador de Porto Nacional. Comorbidades: não relatado. Morte em 28 de março, no Hospital Geral de Palmas.
  • Mulher, de 74 anos, moradora de Pindorama. Comorbidades: hipertensão arterial sistêmica e diabetes. Morte em 28 de março, no Hospital Estadual de Combate à Covid.
  • Mulher, de 46 anos, moradora de Palmas. Comorbidades: hipertensão arterial sistêmica e obesidade. Morte em 27 de março, no Hospital Geral de Palmas.
  • Homem, de 89 anos, morador de Dianópolis. Comorbidades: não relatado. Morte em 29 de março, no Hospital Estadual de Combate à Covid.
  • Homem, de 80 anos, morador de Formoso do Araguaia. Comorbidades: não relatado. Morte em 29 de março, no Hospital Regional de Gurupi.
  • Homem, de 72 anos, morador de Gurupi. Comorbidades: insuficiência renal aguda. Morte em 29 de março, no Hospital Regional de Gurupi.
  • Homem, de 69 anos, morador de Palmas. Comorbidades: insuficiência renal crônica e hipertensão arterial sistêmica. Morte em 16 de março, no Instituto Ortopédico de Palmas.
  • Mulher, de 86 anos, moradora de Palmas. Comorbidades: doença pulmonar obstrutiva crônica e diabetes. Morte em 17 de março, no Hospital Estadual de Combate à Covid.
  • Mulher, de 70 anos, moradora de Colinas do Tocantins. Comorbidades: não relatado. Morte em 16 de dezembro, no Hospital Dom Orione em Araguaína.
  • Mulher, de 44 anos, moradora de Campos lindos. Comorbidades: não relatado. Morte em 21 de março, no Hospital Dom Orione.
  • Homem, de 74 anos, morador de Colinas do Tocantins. Comorbidades: insuficiência renal. Morte em 21 de março, no Hospital Municipal de Colinas.
  • Homem, de 85 anos, morador de Palmas. Comorbidades: não relatado. Morte em 15 de março, no Hospital Geral de Palmas.
  • Homem, de 76 anos, morador de Bernardo Sayão. Comorbidades: diabetes e hipertensão arterial sistêmica. Morte em 13 de março, no Instituto Sinai.
  • Homem, de 92 anos, morador de Gurupi. Comorbidades: não relatado. Morte em 22 de março, no Hospital Santa Catarina de Gurupi.
  • Homem, de 76 anos, morador de Esperantina. Comorbidades: não relatado. Morte em 23 de março, no UBS de Esperantina.
  • Homem, de 41 anos, morador de Paraíso do TO. Comorbidades: doença neurológica. Morte em 26 de março, no Hospital Regional de Paraíso.
  • Homem, de 41 anos, morador de Colinas do TO. Comorbidades: não relatado. Morte em 28 de março, no Hospital Municipal de Colinas.
  • Mulher, de 66 anos, moradora de Dois Irmãos. Comorbidades: hipertensão arterial sistêmica e diabetes. Morte em 28 de março, no Hospital Regional de Miracema.
  • Mulher, de 70 anos, moradora de Ananás. Comorbidades: diabetes. Morte em 28 de março, no Hospital Regional de Augustinópolis.
  • Mulher, de 76 anos, moradora de Goianorte. Comorbidades: hipertensão arterial sistêmica, Parkinson e obesidade. Morte em 28 de março, no Hospital Regional de Araguaína.
  • Mulher, de 82 anos, moradora de Araguacema. Comorbidades: trombose venosa profunda. Morte em 28 de março, no Hospital Dom Orione.
  • Homem, de 75 anos, morador de Colinas do TO. Comorbidades: não relatado.
  • Mulher, de 54 anos, moradora de Cristalândia. Comorbidades: doença cardíaca crônica. Morte em 28 de março, no Hospital Regional de Paraíso do Tocantins.
  • Homem, de 50 anos, morador de Colinas do TO. Comorbidades: obesidade. Morte em 28 de março, no Hospital Municipal de Colinas.
Novos casos

Em Palmas, foram 164 novos casos e continua sendo a cidade com maior número de confirmações do Tocantins. Agora são 35.559 casos e 378 mortes. Já Araguaína, teve 152 novos diagnósticos. A cidade continua sendo o segunda no ranking do estado, com 24.159 casos e 308 óbitos.

Todos os 139 municípios do Tocantins têm casos confirmados da doença. Veja ao fim da reportagem as 10 cidades com mais diagnósticos e mortes. A lista completa pode ser conferida no site sobre o coronavírus da Secretaria da Saúde.

Segundo a pasta, do total de casos, 121.515 estão recuperados e 17.428 ainda estão ativos, com acompanhamento e isolamento. Ao todo, 532 pessoas estão hospitalizadas devido à Covid-19, sendo 137 em leitos de UTI públicos e 103 em unidades de terapia intensiva privadas. Os demais estão em leitos clínicos.

Vacinação

O Tocantins já recebeu 217.750 doses de vacinas contra o coronavírus, 206.968 foram distribuídas aos municípios e 120.255 foram aplicadas. Do total de aplicações, 85.890 são referentes à primeira dose e 34.365, a segunda dose da vacina.

Ocupação de leitos de UTI nos hospitais

Veja a relação nas unidades públicas do estado até 10h41 desta quarta-feira (31):

  • Hospital Estadual de Combate à Covid-19 – 100% de ocupação
  • Hospital Municipal de Campanha de Araguaína – 94% de ocupação
  • Hospital Regional de Augustinópolis – 100% de ocupação
  • Hospital Regional de Gurupi – 91% de ocupação
  • Hospital Geral de Palmas UTI Covid – 83% de ocupação
  • Hospital Regional de Araguaína – 100% de ocupação

Veja como está a ocupação dos leitos particulares contratados pelo estado:

  • Hospital Oswaldo Cruz – 67% de ocupação
  • Hospital Dom Orione em Araguaína – 87% de ocupação
  • Hospital Santa Thereza – 80% de ocupação
  • Instituto Sinai Araguaína – 100% de ocupação

Os dados de estatística hospitalar de todas as unidades podem ser conferidos no portal Integra Saúde.

Cidades mais afetadas pela pandemia
  1. Palmas – 35.559 casos e 378 mortes
  2. Araguaína – 24.159 casos e 308 mortes
  3. Gurupi – 8.467 casos e 123 mortes
  4. Porto Nacional – 6.478 casos e 121 mortes
  5. Paraíso do Tocantins – 5.722 casos e 88 mortes
  6. Colinas do Tocantins – 5.617 casos e 75 mortes
  7. Guaraí –2.340 casos e 45 mortes
  8. Miranorte – 1756 casos e 31 mortes
  9. Tocantinópolis – 1736 casos e 29 mortes
  10. Formoso do Araguaia – 1695 casos e 30 mortes