Covid-19: Tocantins registra 506 novos casos e total de infectados passa de 94,3 mil

Estado também registrou mais 8 mortes em decorrência da doença e número de óbitos chega a 1.286.

Compartilhe

O boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (13), pela Secretaria de Estado da Saúde, confirmou que o Tocantins registrou 506 novos casos de Covid-19 e mais oito mortes devido complicações da doença. Com a atualização, o estado passou a somar 94.381 diagnósticos da doença e o número óbitos subiu para 1.286.

A pasta informou que, do total, 80 casos foram registrados nas últimas 24 horas. O restante são exames coletados em dias anteriores, mas que só tiveram os resultados liberados nesta terça-feira (12).

A maioria dos casos diagnosticados foi na faixa etária entre 20 e 39 anos (203 casos), seguida pelas pessoas que têm entre 40 e 59 anos (174). A maioria dos infectados são pacientes do sexo feminino (294).

Os pacientes que morreram tinham entre 58 e 86 anos. A maioria das mortes ocorreu em 2021, mas duas foram em 2020, cuja confirmação só saiu neste boletim. São eles:

  • Mulher de 61 anos, moradora de Araguanã. Comorbidades: hipertensão e diabetes. Óbito dia 16/08/20.
  • Mulher de 58 anos, moradora de Palmas. Comorbidades: insuficiência renal crônica. Óbito dia 08/01/21 no Hospital Geral de Palmas.
  • Homem de 80 anos, morador de Angico. Comorbidades: aneurisma de aorta abdominal. Óbito dia 10/01/21 no Hospital Dom Orione.
  • Homem, 67 anos, morador de Palmas. Comorbidades: hipertensão. Óbito dia 08/01/21 no Hospital Estadual de Combate a Covid.
  • Homem, 58 anos, morador de Monte do Carmo. Comorbidades: não relatado. Óbito dia 08/01/21 no Hospital Geral de Palmas.
  • Homem, 61 anos, morador de Porto Nacional. Comorbidades: não relatado. Óbito dia 11/01/21 no Hospital Palmas Medical.
  • Homem, 71 anos, morador de Palmas. Comorbidades: hipertensão. Óbito dia 11/01/21 no Hospital Geral de Palmas.
  • Homem, 86 anos, morador de Juarina. Comorbidades: hipertensão e doença pulmonar obstrutiva crônica. Óbito dia 03/09/20 no Hospital Regional de Araguaína
Novos casos

Novos diagnósticos de Covid-19 foram confirmados em 70 cidades do estado. Araguaína, no norte do Tocantins, foi a cidade com o maior número de novos registros nesta quarta-feira (13), foram 115. O município segue como segundo município mais afetado pela pandemia no Tocantins. São 18.458 diagnósticos e 245 mortes.

Em Palmas foram 43 novos diagnósticos. A cidade lidera o ranking no Tocantins, com 22.799 casos e 226 óbitos.

Todos os 139 municípios do Tocantins têm casos confirmados da doença. A lista completa pode ser encontrada no site sobre o coronavírus.

Segundo a Secretaria da Saúde, do total de casos, 84. 117estão recuperados e 8.978 ainda estão ativos, com acompanhamento e isolamento. Atualmente, o Tocantins tem 219 pacientes hospitalizados. Do total, 88 pacientes estão internados em UTIs públicas e outros 34 em leitos de terapia intensiva particulares. Os outros recebem tratamento em leitos clínicos.

Taxa de ocupação dos hospitais

Até 11h30 desta quarta-feira (13) o Hospital Regional de Augustinópolis apresentava 90% de ocupação de leitos de UTIs públicos. Veja abaixo a relação das maiores unidades públicas do estado.

  • Hospital Estadual de Combate à Covid-19 – 80% de ocupação
  • Hospital Municipal de Campanha de Araguaína – 41% de ocupação
  • Hospital Geral de Palmas UTI Covid – 67% de ocupação
  • Hospital Regional de Augustinópolis – 90% de ocupação
  • Hospital Regional de Gurupi – 85% de ocupação
  • Hospital Regional de Araguaína – 41% de ocupação

Os dados de estatística hospitalar podem ser conferidos no portal Integra Saúde.

Cidades mais afetadas pela pandemia
  • Palmas – 22799 casos e 245 mortes.
  • Araguaína – 18458 casos e 226 mortes.
  • Gurupi – 5117 casos e 63 mortes.
  • Colinas do Tocantins – 4982 casos e 47 mortes.
  • Porto Nacional – 3367 casos e 58 mortes.
  • Paraíso do Tocantins – 3041 casos e 51 mortes.
  • Guaraí – 1703 casos e 27 mortes.
  • Formoso do Araguaia – 1368 casos e 19 mortes.
  • Tocantinópolis – 1326 casos e 23 mortes.
  • Araguatins – 1136 casos e 30 mortes.