Conheça a cidade de Goiás que tem mais imóveis que habitantes

Rio Quente faz parte do maior complexo de águas termais do mundo, segundo o governo. Dados do Censo Hoteleiro aponta que o município recebe 3,5 milhões de turistas por ano.

Compartilhe:

De acordo com o último Censo Demográfico realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Rio Quente, no sul de Goiás, é a única cidade do estado onde há mais imóveis do que habitantes. A cidade conta com uma população de 3.864 pessoas e 4.122 domicílios, resultando em um excedente de 258 imóveis.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Rio Quente ocupa o 18º lugar entre os municípios brasileiros com mais imóveis do que residentes. Liderando a lista está Arroio do Sal (RS), com 7.823 imóveis excedentes. Os dados foram revelados pelo Censo Demográfico de 2022, divulgado pelo IBGE.

Embora Rio Quente tenha um número maior de imóveis do que sua população, a realidade imobiliária na vizinha Caldas Novas é bem diferente. Caldas Novas, com 98.622 habitantes, possui 69.298 imóveis registrados, apesar de também fazer parte da região das águas termais.

Perfil dos Imóveis e Proprietários

Luciano Rosa dos Prazeres, corretor que atua na região há 16 anos, explicou que muitos dos imóveis em Rio Quente são adquiridos para uso familiar exclusivo e não são disponibilizados para locação. Por outro lado, algumas famílias compram imóveis com a intenção de alugá-los, garantindo retorno sobre o investimento, conforme explicou Geraldo Dias Filho, presidente do Sindicato dos Corretores de Imóveis de Goiás (Sindimoveis).

Conheça a cidade de Goiás que tem mais imóveis que habitantes
Foto: Divulgação

O perfil dos proprietários desses imóveis varia, abrangendo desde pessoas mais velhas até grandes empresários, inclusive internacionais, que veem o potencial de investimento na região.

Mercado Imobiliário

Apesar do excedente de imóveis, a demanda por locação em períodos de alta temporada continua alta. Luciano Rosa destacou que o mercado da construção civil em Rio Quente está em crescimento constante.

Valter Evangelista Pereira, engenheiro civil que atua na região desde a década de 1990, afirmou que o desenvolvimento imobiliário de Rio Quente é promissor. Valter, que inicialmente trabalhou na construção do maior parque aquático da cidade, fundou sua própria construtora em 2010 e continua a desenvolver projetos residenciais e hoteleiros na região.

Conheça a cidade de Goiás que tem mais imóveis que habitantes
Foto: Divulgação

Turismo e Economia

Rio Quente é parte da maior estância hidrotermal do mundo, conforme dados da Agência Estadual de Turismo do Estado de Goiás (Goiás Turismo). A cidade arrecada mais de R$ 12,1 milhões em Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), representando 17,2% do total do estado e colocando o município na categoria A de desempenho econômico no turismo, segundo o Ministério do Turismo.

A Secretaria Municipal de Turismo informou que Rio Quente recebe aproximadamente 2,5 milhões de turistas anualmente. O Hot Park, um dos principais atrativos da cidade, foi eleito em 2023 como um dos melhores parques do mundo, ficando em 18º lugar no Prêmio Travellers Choice do TripAdvisor, superando até o Magic Kingdom Park da Disney, que ficou em 23º.

*Com informações do G1