Condenado por estuprar e matar mulher com transtornos mentais é preso em Porto Nacional

Crime aconteceu há mais de 30 anos, em Natividade. Além de abusar e estuprar a mulher ele também agrediu o esposo dela de 70 anos.

Compartilhe

 

Um homem de 60 anos foi preso na tarde desta sexta-feira (14), em Porto Nacional. Conforme a Polícia Civil, ele possui uma condenação de mais de 30 anos por homicídio qualificado.

O crime aconteceu em 1986, na zona rural de Natividade, na região sudeste do Tocantins. Na época, com 27 anos, o homem violentou, abusou sexualmente e matou uma mulher com transtornos mentais e ainda agrediu seu esposo de 70 anos de idade.

De acordo com o delegado Joadelson Rodrigues Albuquerque, o homem foi localizado em Porto Nacional, onde ele trabalhava como agricultor familiar em um projeto de assentamento localizado próximo ao município.

Ainda segundo o delegado, os policiais conseguiram abordá-lo no momento em que ele se deslocou à cidade.  “O autor havia sido condenado em 2011 pelo Tribunal do Júri. Após o serviço de investigações e coletas de informações, conseguimos localizar o fugitivo no município de Porto Nacional”, ressaltou.

O homem, que não teve o nome divulgado, não reagiu ao receber voz de prisão. Após os procedimentos habituais, o condenado foi encaminhado para a Cadeia Pública de Natividade.