Casos confirmados de infecção pelo coronavírus sobe para 9 em Goiás

Além disso, há 162 casos suspeitos em investigação no estado e todos já tiveram amostras coletadas para a realização de exames.

Compartilhe

 

Segundo boletim divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), subiu para 9 o número de casos do novo coronavírus em Goiás. São seis em Goiânia, dois em Rio Verde e um em Anápolis. Além disso, há 162 casos suspeitos em investigação no estado e todos já tiveram amostras coletadas para a realização de exames.

Segundo a nota, 53 já foram descartados, com resultados dos testes negativos para o vírus. “Não há confirmação de óbitos em Goiás”, escreve o boletim. Vale destacar, porém, que, no País, foi confirmada a primeira morte pelo vírus. O paciente é um homem de 62 anos. O caso aconteceu às 13h desta terça-feira (17), em São Paulo.

O segundo caso registrado em Rio Verde foi de um paciente que entrou em contato com a outra, contaminada, que adquiriu a doença em viagem. Todos suspeitos passaram por exame para confirmação de Covid-19, doença causada pelo novo vírus descoberto na China. Outros 54 foram descartados, com resultados dos testes negativos para o vírus.

Mais cedo, a secretaria divulgou, ainda, uma nota técnica em que recomendou, por conta da pandemia de coronavírus (Covid-19), a interrupção, por 15 dias, de atividades relacionadas a estabelecimentos comerciais abertos ao público que envolvam aglomeração de pessoas; shoppings; excursões; reuniões e eventos religiosos, filosóficos e sociais; campeonatos esportivos de qualquer natureza; bem como entrevistas coletivas. O texto é assinado por Ismael Alexandrino. Os prazos podem ser prorrogados, conforme avaliação da autoridade sanitária do Estado.

No Brasil, segundo o último boletim divulgado pelo Ministério da Saúde, são 290 casos, contra 234 identificados nesta segunda-feira (16). A maior diferença se deu nos casos suspeitos, que pularam de 2.064 para 8.819, quase quatro vezes.

São Paulo segue liderando, com 164 casos. O estado vem seguido do Rio de Janeiro (33), Distrito Federal (21), Pernambuco (16) e Rio Grande do Sul (10). Também possuem casos Santa Catarina e Minas Gerais (sete), Goiás e Paraná (seis), Ceará (cinco), Sergipe e Mato Grosso do Sul (quatro), Bahia (três) e Amazonas, Rio Grande do Norte, Alagoas e Espírito Santo (um).