Cantor suspeito de estuprar a própria mulher no Paraná é preso no Tocantins

O crime aconteceu em outubro de 2019 na cidade de Itapejara D´oeste. Homem, de 34 anos, era considerado foragido e vivia em Araguacema, onde atuava como cantor.

Compartilhe

Um homem de 34 anos suspeito de estuprar a mulher, com quem vivia no Paraná, foi preso em Araguacema, região oeste do Tocantins. De acordo com a Polícia Civil, o crime foi registrado na cidade de Itapejara D´oeste, em outubro de 2019. Ele era considerado foragido e atuava como cantor no interior do estado.

A ocorrência foi registrada neste sábado (1º de maio). Ainda segundo a polícia, o suspeito, que não teve nome informado, foi localizado após investigações. O homem foi encontrado na casa onde ele vivia, com a atual companheira.

Após o cumprimento do mandado de prisão preventiva, expedido pela Vara Criminal da Comarca de Pato Branco (PR), o suspeito foi levado para a Cadeia Pública de Araguacema, onde permanecerá à disposição da Justiça da Comarca do município paranaense.

Conforme o delegado Antônio Onofre de Oliveira da Silva, o crime ocorreu no dia 27 de outubro de 2019. Na época, o investigado teria discutido com a então esposa, na cidade de Itapejara do O´oeste e após ameaças e agressões, teria estuprado a mulher.

Logo após o crime, o homem fugiu para o Tocantins e estava morando em Araguacema, desde 2020, onde atuava como cantor. O delegado disse ainda que além do crime de estupro, o homem também responde por violência, no contexto da lei Maria da Pena e ameaça.