Black Friday | Lojas são autuadas por propaganda enganosa no Tocantins

Foram três autuações por propaganda enganosa e uma por ausência de preço. Segundo o Procon, 119 estabelecimentos foram fiscalizados.

Compartilhe

 

O Procon autuou quatro estabelecimentos comeeciais durante o período da operação Black Friday. Foram três autuações por propaganda enganosa e uma por ausência de preço. Segundo o órgão, 119 estabelecimentos foram fiscalizados e 1.123 produtos monitorados pelos fiscais em Palmas, Gurupi, Porto Nacional, Dianópolis, Guaraí, Colinas, Araguaína e Tocantinópolis.

Um dos casos autuados foi de uma loja de eletrodomésticos que anunciou uma fritadeira Air Fry por R$ 179 nas vésperas da Black Friday e no dia das promoções aumentou o preço para R$ 199.

A operação aconteceu em duas fases. Primeiro foi feito o monitoramento de preços, que começou a ser realizado no dia 11 de novembro, e a fiscalização no comércio. O órgão trabalhou em regime de plantão na quinta e sexta-feira (28 e 29).

Os segmentos analisados pela equipe foram: veículos, eletrônicos, eletrodomésticos, celulares, móveis, perfumarias, informática, vestuários, calçados, artigos esportivos, brinquedos e até alimentação.

“Algumas situações foram denunciadas por consumidores. O Procon reforçou as ações para evitar danos aos consumidores, como no caso de aumentar o valor do produto para oferecer um falso desconto”, explicou o superintendente do Procon Tocantins, Walter Viana.

As empresas ainda terão prazo para apresentar defesa para o Procon.