Artista de circo morre, aos 25 anos, durante ensaio de salto em moto

Caso aconteceu em Senador Canedo (GO). Tassiane Dolenga tentava passar de uma rampa a outra, mas acabou se acidentando. Ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu.

Compartilhe:

Tassiane Dolenga, ma artista de circo de 25 anos, morreu nesta terça-feira (7) durante um ensaio de saltos em uma moto. O caso aconteceu em em Senador Canedo, na Região Metropolitana de Goiânia. Ela chegou ser socorrida após o acidente, mas não resistiu.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

A jovem estava praticando saltos de moto entre rampas, porém, em um dos movimentos, ocorreu o acidente. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) a resgatou e a encaminhou para uma Unidade de Pronto Atendimento da cidade, mas infelizmente ela não sobreviveu.

Uma perícia foi realizada no local do incidente para tentar esclarecer as circunstâncias do acidente. O caso está sendo tratado como um acidente de trânsito e será objeto de investigação por parte da Polícia Civil.

Foto: Reprodução

Tassiane era natural do Paraná e se dedicava a apresentações envolvendo manobras radicais.

A reportagem não conseguiu contato com os responsáveis pelo circo.

Perícia vê excesso de velocidade

A Polícia Técnico-Científica (PTC) apurou, preliminarmente, que a possível causa da morte da artista de circo Tassiane Dolenga foi excesso de velocidade. Segundo a PTC, a vítima fazia um treinamento e utilizava os equipamentos de proteção individual. Além disso, tinha experiência, conforme os relatos.

Sobre o excesso de velocidade, a perícia verificou que a jovem passou do limite de pouso entre as rampas, ou seja, “passou por cima da segunda rampa, a de chegada”, e se acidentou. Inicialmente, a PTC acredita em “morte acidental por excesso de velocidade” como possível causa técnica.