Virada no tempo no Sudeste, risco de ciclone no Sul e calor persiste no Centro-Oeste; veja a previsão da semana

Em Cuiabá, os termômetros podem bater 43ºC e Palmas 40ºC na segunda (25) e na terça (26). Em São Paulo, Rio e Vitória, eles podem despencar mais de 10°C de quarta (27) para quinta (28).

Compartilhe

O Brasil continuará enfrentando um intenso calor durante a última semana de setembro. Em Cuiabá, a previsão é que os termômetros atinjam 43ºC na segunda-feira (25) e na terça-feira (26). Palmas deverá ser a capital mais quente da região Norte nesta semana, com temperaturas atingindo os 40°C.

Entre terça e quarta-feira (27) desta semana, a formação de um novo ciclone extratropical em alto mar, próximo à costa do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, intensificará ainda mais as instabilidades sobre parte do Sul do Brasil, conforme o ClimaTempo.

Áreas do sul, leste, litoral, região da Grande POA (Porto Alegre) e extremo norte do Rio Grande do Sul estarão em alerta. A tendência é de que o ciclone se afaste na quarta-feira (27).

Em Santa Catarina, com a formação do ciclone, as nuvens de temporais serão reforçadas, e parte do leste e sul catarinense estará em alerta para chuvas volumosas. Curitiba, onde a expectativa para o domingo era de 42°C, deve ter a máxima de 18°C na quinta-feira (28).

O Sudeste, especialmente São Paulo, sentirá a influência do ciclone, e as temperaturas devem cair abruptamente de quarta (27) para quinta, de acordo com o MetSul Meteorologia. Em São Paulo, a máxima cairá de 35°C para 20°C, no Rio de Janeiro, de 37°C para 22°C, e em Vitória, de 37°C para 27°C.

Apesar do calor, no Norte, há chances de pancadas de chuvas isoladas durante a semana nas seguintes capitais: Boa Vista, Manaus, Porto Velho e Rio Branco.

No Nordeste, o clima deve ser quente, mas com muitas nuvens.

A onda de calor atípico começou na segunda-feira (17), nos últimos dias de inverno. O aumento da intensidade da onda de calor, resultando em temperaturas acima da média para 11 estados e o Distrito Federal, levou o Inmet a ampliar o alerta de “grande perigo”.

De modo geral, um alerta vermelho, segundo o instituto, é emitido quando se espera um fenômeno meteorológico de “intensidade excepcional, com grande probabilidade de ocorrerem grandes danos e acidentes, com riscos para a integridade física ou mesmo à vida humana”. O alerta é válido até as 18h de terça (26).

No primeiro dia da primavera, estados brasileiros registraram temperaturas acima dos 40ºC. O calor superou 40ºC em todas as regiões do país: Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul. A área mais quente do território nacional foi o Centro-Oeste, onde as máximas, pelo segundo dia consecutivo, estiveram na casa dos 42ºC.

Previsões por região:

Norte:

Palmas deverá ser a capital mais quente da região Norte nesta semana, com temperaturas atingindo os 40°C já na segunda-feira e na terça, mantendo-se em 39°C pelo restante da semana.

Há previsão de pancadas de chuvas isoladas durante toda a semana em Boa Vista, Manaus, Porto Velho e Rio Branco.

Nordeste:

Todas as capitais do Nordeste deverão ter temperaturas acima de 30°C durante a semana, com Teresina sendo a mais quente, com previsão de máxima de 39°C.

A região toda deverá ter muitas nuvens, com possibilidade de chuvas isoladas em Maceió na segunda-feira.

Centro-Oeste:

Apesar do calor, o Centro-Oeste deverá ter chuvas durante esta semana. Campo Grande e Cuiabá deverão ter pancadas de chuva isoladas a partir de quarta-feira.

Em Cuiabá, as temperaturas continuarão subindo e deverão atingir os 43°C na segunda e na terça.

O Mato Grosso do Sul deverá sentir a influência do ciclone extratropical no Sul do país e ter rajadas de vento de 60 km/h a 80 km/h na terça-feira, de acordo com o MetSul Meteorologia.

Sul:

No Sul, as temperaturas devem começar a cair durante a semana com a chegada de um novo ciclone extratropical, causando rajadas de vento de 60 km/h a 80 km/h e pancadas de chuva com granizo.

Curitiba, onde a expectativa para o domingo é que a temperatura chegue a 42°C, deve ter a máxima de 18°C na quinta-feira (28).

Santa Catarina e o Paraná devem ter pancadas de chuva e temporais isolados de vento e granizo em diferentes pontos. Na quarta, a frente fria associada ao ciclone avançará pelos dois estados com chuva mais ampla, especialmente em Santa Catarina, de acordo com o MetSul Metereologia.

Apesar de o Rio Grande do Sul também ficar em estado de alerta devido ao ciclone, as regiões Norte e Leste do estado devem ver melhorias gradualmente no tempo antes de uma sequência de dias de sol e tempo firme a partir de quinta com o afastamento do ciclone.

Sudeste:

A semana na região Sudeste continuará com calor em todas as capitais. No entanto, na quinta-feira, as temperaturas deverão cair devido à influência do ciclone extratropical que afetará a região Sul do país, segundo a MetSul Meteorologia.

Em São Paulo e Rio de Janeiro, os termômetros deverão cair mais de 10°C de quarta para quinta, com as máximas passando de 35° para 20°C e de 37°C para 22°C, respectivamente. Em Vitória, a queda será de 37°C para 27°C.

Também devido ao ciclone, na terça-feira, São Paulo poderá sentir rajadas de vento de 60 km/h a 80 km/h.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.