Suspeito de matar homem com facada no coração é preso em menos de 3h após o crime em Colinas do TO

Vítima foi morta na porta da sua residência. Suspeito confessou o crime e a motivação teria sido por supostamente a vítima ter subtraído um celular e uma caixinha de som dele.

Compartilhe

Um jovem de 25 anos foi assassinado com uma facada no peito na porta de casa em Colinas do Tocantins, no norte do estado. O crime aconteceu no inicio da da manhã desta sexta-feira (29), por volta das 7h, no setor Santo Antônio. Suspeito foi identificado e preso pela polícia em menos de três horas após o crime.

A vítima foi identificada como Andrade Alencar de Souza. Segundo a Polícia Civil, o caso começou ser investigado logo após os agentes tomarem conhecimento de que a vítima tinha sido morta com um golpe de faca na porta de sua residência.

Após o levantamento de informações sobre a autoria do crime, os agentes da Polícia Civil, com o apoio da Polícia Militar, localizaram o suspeito escondido em uma residência no setor Estrela do Norte, onde se preparava para fugir da cidade.

O suspeito foi identificado como Thiago da Cruz, de 29 anos. A Polícia Civil afirma que ele confessou o crime. No local, os policiais também encontraram a faca que teria sido utilizado no crime, ainda suja de sangue.

Motivação

De acordo com o delegado-chefe da 42ª Delegacia, Tobias Luiz Nunes de Souza, a apuração preliminar aponta que o homicídio foi motivado pelo fato de a vítima ter supostamente subtraído um aparelho celular e uma caixinha de som do autor, na noite anterior ao crime. “Porém, as investigações serão intensificadas no sentido de comprovar ou descartar a versão apresentada”, explica.

Durante depoimento, o suspeito contou que passou a noite bebendo com a vítima Andrade e, ao amanhecer, sentiu faltas de alguns de seus pertences, onde foi até a casa da vítima procurar saber dos seus pertences. No local, o investigado teria chegado desferindo golpe de faca no peito da vítima, que veio a óbito no local.

Periculosidade

Ainda de acordo com a polícia, Thiago é considerado de extrema periculosidade, possui uma extensa ficha criminal e também já responde por homicídio no estado de Goiás.

Após a prisão em em flagrante, ele foi levado para a Central de Atendimento da Polícia Civil, em Colinas, onde foi autuado por homicídio qualificado. Em seguida, após a realização dos procedimentos legais cabíveis, o suspeito foi recolhido à Cadeia Pública de Colinas.