Suspeito de liderar quadrilha especializada em roubar cargas de cigarros é preso no norte do Tocantins

Grupo criminoso teria atuação no Tocantins, Maranhão e Pará. Em alguns ataques, as cargas roubadas foram avaliadas em mais de R$ 100 mil.

Compartilhe

A Polícia Civil prendeu um homem de 28 anos apontado como um dos líderes de um grupo criminoso especializado em roubar cargas de cigarros. De acordo com a investigação, a quadrilha tem atuado no Tocantins, Maranhão e Pará. Em alguns ataques, as cargas roubadas foram avaliadas em mais de R$ 100 mil.

Segunda a polícia, a quadrilha vinha sendo investigada pela Delegacia de Repressão a Roubos (DRR), de Araguaína, desde o ano passado. O suspeito foi preso nesta terça-feira (8) no setor São Miguel em Araguaína, no norte do Tocantins.

O delegado Breno Eduardo Campos Alves disse que os policiais reconheceram o suspeito, quando ele saía de uma oficina no referido setor e efetuaram a abordagem do mesmo.

No momento da abordagem o suspeito ainda tentou se passar por outra pessoa e apresentou um documento falso. Os agentes constataram a fraude e prenderam o suspeito em flagrante. Além disso, ele também tinha um mandado de prisão em aberto emitido pela Justiça do Pará pelo crime de roubo.

O homem ainda foi indiciado pelos crimes de roubo e associação criminosa. Depois foi mandado para a Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA).

Roubos de cargas

A Polícia Civil informou que a quadrilha vem sendo investigada desde 2020, após criminosos abordarem vans que transportavam cigarros em Araguaína. As cargas roubadas tinham como destino os estados do Maranhão e Pará.

Durante os assaltos, o grupo armado agia com muita violência rendendo os motoristas e ajudantes. Eles levavam os veículos para estradas rurais, transferiam as cargas e fugiam em outros carros.

A polícia descobriu que a quadrilha se especializou em roubar cigarros devido ao alto valor agregado do produto, bem como a rápida liquidez, pois se trata de uma mercadoria facilmente vendida e que garante alta margem de lucro.