Suspeito de liderar de facção criminosa é morto em confronto com a Polícia Civil no interior do Tocantins

Troca de tiros aconteceu enquanto polícia tentava cumprir ordem de prisão preventiva. Um segundo suspeito que estava no local acabou sendo preso.

Compartilhe

Um jovem de 22 anos foi morto durante confronto com a Polícia Civil em Divinópolis, na região oeste do estado. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), ele é suspeito de praticar diversos crimes e integrar uma facção criminosa. Um segundo homem foi preso em flagrante por tráfico de drogas.

Ainda de acordo com a SSP, a operação, realizada nesta terça-feira (20), foi realizada pela 6ª Divisão de Combate ao Crime Organizado (6ª DEIC), de Paraíso do Tocantins e tinha como objetivo cumprir um mandado de prisão contra o suspeito de 22 anos, considerado uma das principais lideranças de uma facção criminosa que atua na região.

Os agentes chegaram a casa que servia de base do investigado por volta das 11h. A SSP afirma que ao receber voz de prisão, o jovem teria reagido e feito disparos contra a equipe dando início a um confronto. Ele acabou sendo baleado e foi levado para o hospital, mas não resistiu. O nome dele não foi divulgado. A arma utilizada durante o confronto foi apreendida.

Ainda no local da ocorrência a polícia acabou localizando outro suspeito de 26 anos que também estava com mandado de prisão em aberto. Ele foi preso em flagrante por tráfico de drogas, pois na casa foram encontradas várias porções de entorpecentes.

A Polícia Civil afirmou que o local estava sendo utilizado para comercialização de drogas e também servia como base de apoio para integrantes da facção.

O criminoso preso foi levado para a 9ª Central de Atendimento da Polícia Civil em Paraíso e depois mandado para a Casa de Prisão Provisória da cidade.