Suspeito de fazer casal refém durante assalto a empresa é preso no interior do Tocantins

Crime foi em Silvanópolis e grupo levou dinheiro e bens de cerealista. Segundo a polícia, a quadrilha é liderada pelo suspeito e também assaltava fazendas e produtores rurais.

Compartilhe:

Uma operação da Polícia Civil realizou a resultou na prisão, na manhã desta terça-feira (7), de um homem apontado como líder de um grupo criminoso suspeito de cometer roubos em fazendas e empresas ligadas à produção rural. Um dos crimes do grupo envolveu ameaças graves e fez um casal refém em Silvanópolis, localizada na região central do estado.

A ação, batizada como operação Grão de Ouro, foi realizada em cumprimento a uma ordem judicial, e o nome do suspeito não foi divulgado.

De acordo com a polícia, a investigação teve início após um roubo em uma cerealista em Silvanópolis, ocorrido em junho deste ano. Na ocasião, cinco criminosos invadiram o estabelecimento, renderam um casal e roubaram uma considerável quantia em dinheiro e outros bens.

O caso está sob investigação da Delegacia Especializada de Combate aos Crimes Rurais e Abigeato (Deleagro). Durante a operação realizada, com o apoio da 7ª Delegacia Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Porto Nacional e da 75ª Delegacia de Polícia de Silvanópolis, foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão. Durante as buscas, uma arma de fogo e munições foram apreendidas.

O delegado Gustavo Henrique da Silva Andrade comentou: “Com a prisão de um dos líderes, o grupo criminoso será desarticulado, permitindo avançar na identificação dos demais membros e na recuperação dos produtos roubados.”

Há suspeitas de que o grupo esteja envolvido em outros crimes relacionados a fazendas e produtores rurais da região. Após a prisão, o suspeito foi encaminhado para a Unidade Regional Penal de Porto Nacional.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.