Suspeita de matar ambulante encontrado com faca encravada no peito é presa em Goiás

Compartilhe

Uma ação integrada das Polícias Civil do Tocantins e Goiás resultou, nesta terça-feira (26), na prisão de Camila Pereira da Silva, de 26 anos. Ela é a principal suspeita de matar o vendedor ambulante José Alexandre Rodrigues, de 59 anos. O corpo dele foi encontrado com uma faca encravada no peito, no último dia 6, em Palmas.

Conforme o delegado Guido Camilo Ribeiro, as investigações demonstraram que Camila teria cometido o homicídio para se defender, em razão da tentativa da vítima de agarrá-la a força.

“Desde o encontro do corpo de José Alexandre, em sua residência na Quadra 605 Norte, em Palmas, nossas equipes estavam nas ruas na tentativa de elucidar o crime e acabamos descobrindo que a Camila teria estado com a vítima, quando se desentenderam e ela o golpeou com uma faca, deixando o objeto cravado em seu peito”, esclareceu.

Conforme a polícia, a vítima foi morta no último dia 4 de fevereiro. Após o crime, Camila fugiu para para Inhumas (GO), onde estava residindo desde então. Após as investigações apontarem ela como principal suspeita do homicídio, foi solicitado apoio da Polícia Civil goiana, que efetuou a prisão.

Ainda segundo a polícia, na delegacia, Camila confessou o homicídio e voltou a ressaltar que teria agido em legítima defesa.

Após a realização dos procedimentos legais cabíveis, a mulher foi recolhida à Cadeia Feminina de Inhumas. O delegado disse que nos próximos dias, a suspeita deve ser recambiada para Palmas.

Entenda

O corpo de José Alexandre foi encontrado dentro de um casa na quadra 605 Norte, em Palmas. A Polícia Militar informou que a vítima morara sozinha e o local estava trancado e sem sinais de arrombamento.

A polícia foi acionada após os vizinhos sentirem o mal cheiro. O corpo foi encontrado entre o quarto e o banheiro com uma faca encravada no peito.

Um parente da vítima disse que a bicicleta usada pelo ambulante para para vender balas e alguns documentos não estavam no local.

Fotos: Divulgação