Sessão termina em briga após vereadora acusar colega de chama-la de ‘vaca’ em Miracema do TO

Vereador nega a acusação. Sessão analisava projeto para remanejamento de até 80% do orçamento municipal.

Compartilhe:

A reunião da Câmara de Vereadores de Miracema, que tinha como objetivo analisar um projeto de lei da prefeitura para remanejamento de até 80% do orçamento municipal, acabou em tumulto, briga e discussões acaloradas nesta sexta-feira (30). Veja o vídeo:

Tudo começou quando a vereadora Tânia Precata (PRTB) acusou o colega Núbio Gomes (MDB), líder da prefeita Camila Fernandes, de tê-la chamado de ‘vaca’ enquanto ela manifestava sua opinião sobre o projeto de lei.

Após o incidente, alguns vereadores e pessoas presentes defenderam a vereadora e condenaram a suposta atitude do vereador. Além das discussões acaloradas, houve empurrões e até mesmo arremesso de objetos.

Núbio negou ter chamado a colega de ‘vaca’ e afirmou: “Ela disse isso, mas não é verdade, eu não a xinguei, basta conferir o vídeo”.

O presidente da Câmara de Miracema, vereador Cabo Agenor, decidiu suspender a sessão e alegou que funcionários foram enviados à Casa para causar tumulto.

Uma nova sessão será agendada para discutir o projeto novamente.