Quem é a artista venezuelana que foi estuprada e morta enquanto viajava de bicicleta pelo Brasil

Julieta Hernández, conhecida como Palhaça Jujuba, chegou ao país em 2015 e, pedalando, visitou diversas cidades brasileiras.

Compartilhe:

Julieta Ines Hernández Martinez, de 38 anos, conhecida como “Palhaça Jujuba”, estava em uma jornada de bicicleta pelo Brasil, decidida a retornar à Venezuela para se reunir com a mãe. Infelizmente, a artista venezuelana foi encontrada morta em Presidente Figueiredo, interior do Estado do Amazonas, após passar 14 dias desaparecida.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

O corpo de Julieta e partes de sua bicicleta foram descobertos na sexta-feira (5), próximo a um refúgio onde a artista estava hospedada.

Julieta vivia no Brasil há 8 anos e integrava o grupo “Pé Vermêi”, composto por artistas e cicloviajantes que percorrem o país. Desde 2019, quando decidiu viajar de bicicleta, Julieta explorou mais de nove estados brasileiros. Além de suas performances circenses, ela também era uma talentosa bonequeira, criando miniaturas realistas de pessoas.

Quem é a artista venezuelana que foi estuprada e morta enquanto viajava de bicicleta pelo Brasil
Foto: Divulgação

“Era um trabalho de uma perfeição. Ela fazia exatamente você do tamanho da sua mão”, destacou Guadalupe Merki, amiga da artista.

Guadalupe descreveu Julieta como uma artista independente de rua, atuando em diversos locais, desde feiras e praças até comunidades rurais e hospitais. A amiga enfatizou que Julieta não fazia distinção de público e era uma multiartista, envolvendo-se também em pintura e poesia.

A última apresentação de Julieta, intitulada “Viagem de bicicleta de uma palhaça só, sozinha?”, destacava suas aventuras nas estradas do Nordeste e Norte do Brasil. A artista planejava retornar à Venezuela para encontrar a mãe.

No entanto, a jornada de Julieta foi interrompida de forma trágica. Ela desapareceu em Presidente Figueiredo em dezembro de 2023, enquanto seguia para Roraima. A polícia confirmou sua morte no sábado (6), após encontrar o corpo próximo ao refúgio onde ela estava hospedada.

Quem é a artista venezuelana que foi estuprada e morta enquanto viajava de bicicleta pelo Brasil
Foto: Divulgação

Dois suspeitos, um casal, foram presos e confessaram o crime. O homem alegou que Julieta e ele usavam drogas, e a companheira, por ciúmes, jogou álcool e ateou fogo. Já a mulher confessou ter matado a artista após uma crise de ciúmes, relatando que presenciou o companheiro estuprando Julieta.

A trágica morte da artista venezuelana entristeceu seus amigos e a comunidade artística. A família de Julieta deve chegar a Manaus nos próximos dias.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.