Professor underground usa ondas do rock para ensinar Geografia em escola de Palmas

Compartilhe:

O professor de Geografia Ricardo Tadeu Marcílio Júnior resolveu ir além das práticas habituais realizada na educação básica, e dentro de um contexto bastante underground, ele passou a contar com o rock nacional dos anos 1990 para deixar suas aulas mais atrativas, o que despertou o interesse dos alunos da Escola Municipal que leva o nome do grande ícone do forró, Luiz Gonzaga.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Ricardo explica que a prática de ouvir a música e debater sobre ela surgiu de sua experiência como docente e músico, e percebeu nesta interface a possibilidade de aliar os conteúdos curriculares com a linguagem musical de maneira que aproxime a teoria à realidade dos alunos. “O objetivo é um melhor processo de ensino e aprendizagem”, explica.

Quem aprova e afirma que as atividades em sala de aula ficaram mais animada com o professor Ricardo é estudante do 9º período Rafael Alves, 13 anos. O aluno conta que que as novas práticas de ensino ampliaram sua visão do mundo. “Consegui visualizar de uma maneira mais real e fácil através da música e dos debates sobre a sociedade e a política. A música passa com emoção o conteúdo, o cantor enfatiza com sua voz os pontos mais importantes e com isso ficamos marcados e reflexivos”, revela.

Nos embalos de suas experiências em sala de aula, o educador produziu o artigo O Ensino de Geografia e a Música Underground – Diálogos e Aprendizagens no Espaço Escolar, que irá apresentar no XIII Encontro Nacional de Práticas de Ensino de Geografia que será realizado de 10 a 14 de setembro na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

O professor espera que, além de levar as práticas que realiza na educação básica de Palmas, ele possa conhecer e aprender outras técnicas para o ensino de Geografia.  “Que (encontro) possibilite a troca de experiências, apreensão de conhecimentos e o meu enriquecimento enquanto professor da rede municipal de Palmas”, completa.

Perfil

O professor Ricardo Tadeu Marcilio Junior é Mestre em Geografia da Universidade Federal do Tocantins (UFT) e membro do grupo de pesquisas Nurba – UFT Porto Nacional. Ele trabalha Geografia com seus alunos por meio de debates musicais, com conteúdos de produção e reprodução do espaço urbano, o Estado como agente de produção do espaço geográfico e suas contradições, reforma agrária e problemas ambientais urbanos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *