Porto Nacional | MP apura denúncia de que servidor trabalha como vigia na casa do prefeito

Conforme a denúncia, o servidor estaria trabalhando na casa do gestor em noite alternadas. No município, ele está nomeado no cargo de assessor especial IV.

Compartilhe

 

A Promotoria de Justiça de Porto Nacional investiga uma denúncia de que um servidor comissionado estaria realizando o serviço de vigia noturno na casa do prefeito Joaquim Mais (PV). O procedimento para apurar o caso foi aberto pelo promotor de justiça Vinicius de Oliveira e Silva.

Conforme a denúncia, o servidor estaria trabalhando na casa do gestor em noite alternadas. O homem está nomeado no cargo de assessor especial IV e a investigação pretende apurar se ele está realizando o trabalho de vigia ao invés de desempenhar suas funções no órgão onde está lotado.

Caso os fatos relacionados na denúncia seja confirmada, o Ministério Público deve ajuizar a ação de improbidade administrativa contra todos os envolvidos.

A promotoria já enviou uma notificação para o prefeito Joaquim Maia para prestar esclarecimento sobre a denúncia.

O Sou Mais Notícias solicitou um posicionamento da prefeitura e do gestor sobre o assunto, mas até o momento não obtivemos resposta. O espaço continua aberto para futuras manifestações sobre o caso.