Polícia indicia influenciadores de Palmas que arrecadaram mais de R$ 500 mil com sorteios ilegais na internet

Eles estão sendo investigados por suspeita de loteria não autorizada. Três influenciadores digitais da capital foram indiciados e duas pessoas de Araguaína estão sendo investigadas.

Compartilhe:

Três influenciadores digitais de Palmas foram indiciados pelo crime de loteria não autorizada, no qual realizavam sorteios ilegais pela internet, arrecadando grandes quantias em dinheiro. As investigações também apontam o envolvimento de outras duas pessoas de Araguaína, no norte doTocantins, no esquema, que acumulou cerca de R$ 500 mil.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

O inquérito foi concluído pela Polícia Civil nesta terça-feira (1º), e durante os depoimentos, quatro suspeitos confirmaram a realização dos sorteios e admitiram que pagavam R$ 100 a outro investigado para que ele divulgasse amplamente os anúncios pela rede social pessoal. No entanto, um dos indiciados não se manifestou à polícia.

Os sorteios eram cadastrados por meio de uma plataforma digital, e o grupo oferecia carros, motos, celulares e quantias em dinheiro como prêmio. A estratégia conhecida como ‘casadinha’ era usada, em que quem comprasse mais rifas também ganhava dinheiro.

O inquérito, que indicia três suspeitos por loteria não autorizada e lavagem de dinheiro, foi encaminhado ao Poder Judiciário. As investigações contra os outros dois suspeitos continuam em Araguaína.

Em relação a esse tipo de prática ilegal, a Polícia Civil registrou oito boletins de ocorrência relacionados à loteria não autorizada no Tocantins em 2023, segundo estatísticas gerais do portal da Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Como denunciar

O sorteio de rifas é autorizado apenas pela Secretaria de Avaliação, Planejamento, Energia e Loteria (Secap). Para realização desses sorteios, que devem ter fim filantrópico, é necessário obter autorização junto à Secap e prestar contas sobre o valor arrecadado para a entidade beneficiada.Caso alguém queira denunciar a prática de rifas digitais ilegais, pode entrar em contato com a 2ª Delegacia Especializada de Repressão às Infrações de Menor Potencial Ofensivo de Palmas (2ª Deimpo) através do telefone (63) 3571-8266.

Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.