Polícia divulga capaz de procurado de suspeito de arrombar caixas e furtar quase R$ 500 mil

Crimes foram registrados em Pedro Afonso e Miranorte. Suspeito seria integrante de uma quadrilha que é investigada por arrombar caixas eletrônicos.

Compartilhe:

A Polícia Civil emitiu um cartaz de “procura-se” para um dos suspeitos que supostamente integra uma quadrilha investigada por arrombar caixas eletrônicos. Identificado como Daniel Alves Fernandes, de 35 anos, este indivíduo possui dois mandados de prisão em aberto. Um deles relacionado ao arrombamento de caixas eletrônicos em Miranorte, no dia 18 de março de 2020, e o outro, datado de 23 de maio do mesmo ano, em Pedro Afonso, onde a quadrilha teria furtado mais de R$ 493,2 mil.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Segundo a polícia, durante a Operação Payback, realizada em 10 de abril deste ano, dois outros homens, de 44 e 50 anos, foram presos. Um terceiro suspeito foi localizado no dia seguinte, 11 de abril, em Goiânia (GO). Investigadores apontam que várias pessoas também foram alvo de mandados de busca e apreensão sob suspeita de participação no esquema, envolvendo a ocultação e dissimulação da origem dos valores movimentados pelos criminosos.

Os três suspeitos são naturais da cidade de Novo Oriente (CE) e são acusados de realizar diversos furtos usando um mesmo modus operandi em várias partes do país, incluindo São Paulo, Mato Grosso, Maranhão, Pará e outros estados.

Como resultado das investigações, a justiça determinou o bloqueio de R$ 1,8 milhão nas contas bancárias dos envolvidos, além da apreensão de diversos objetos adquiridos com o produto do crime.

Assalto planejado

O modus operandi da quadrilha envolve o foco em agências bancárias de cidades do interior, principalmente do Banco Bradesco. Os criminosos realizam levantamentos prévios sobre a rotina das agências para identificar vulnerabilidades. Hospedam-se em cidades vizinhas para evitar levantar suspeitas e, um dia antes dos furtos, provocam panes nos terminais de autoatendimento para obter a senha de abertura dos caixas eletrônicos.

Agente da Polícia Civil
Foto: Divulgação/SSP-TO

Na manhã seguinte, os bandidos utilizam a senha captada para realizar o furto dos valores contidos nos caixas.

Após o crime, o trio retornou para Novo Oriente, sua cidade de origem.

A Polícia Civil solicita que qualquer pessoa que tenha informações sobre o paradeiro de Daniel entre em contato com a Divisão Especializada de Repressão ao Crime Organizado (DEIC – Palmas), por meio dos telefones e WhatsApp (63) 8131-0486 ou (63) 3218-6988. O anonimato é garantido pela polícia.