‘Pitbull’ é flagrado com drogas e acaba baleado após resistir a abordagem e agredir policiais; Vídeo

Ocorrência foi no Jardim Aureny III, em Palmas. Suspeito, que tem conhecimento de artes marciais, teria reagido quando foi parado pelos PMs. Todos precisaram de atendimento médico.

Compartilhe:

Uma abordagem policial se transformou em confusão e acabou resultou em um homem baleado e dois policiais militares feridos, Jardim Aureny III, na região sul de Palmas. O suspeito não teve o nome divulgado, mas é conhecido como ‘PitBull’; Segundo a corporação, ele reagiu após ser surpreendido portando drogas. Todos necessitaram de atendimento médico.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

A ocorrência foi por volta das 17h, desta quinta-feira (16), nas proximidades de uma distribuidora de bebidas. De acordo com a corporação, a equipe chegou até o suspeito após receber uma denúncia anônima, relatando um homem com comportamento suspeito e armado.

Um vídeo que circula pelas redes sociais registrou a confusão. Assista o vídeo:

A PM afirma que durante a revista pessoal, aproximadamente 5 gramas de cocaína foram encontrados com o suspeito. Este, que possui conhecimento em artes marciais, demonstrou agressividade durante a abordagem policial no momento do registro da ocorrência.

Vídeos circularam nas redes sociais, mostrando parte do tumulto. As imagens revelam a resistência à prisão por parte do homem, conhecido como “Pitbull”, que agride a equipe policial.

De acordo com a PM, ele tentou desarmar um dos policiais e os agrediu no rosto, resultando em diversos ferimentos. Durante o confronto, um dos policiais conseguiu disparar contra o suspeito, atingindo-o na região pélvica.

Os bombeiros prestaram socorro ao suspeito, que foi encaminhado à UPA Sul e posteriormente ao Hospital Geral de Palmas, onde passará por cirurgia. Já os dois policiais sofreram cortes no rosto que necessitaram de suturas, realizadas na UPA Sul.

A Polícia Militar informou que, em situações similares, a resposta usual seria um disparo em uma região letal, como o tórax, visando a proteção dos próprios policiais e das pessoas ao redor. No entanto, no caso do Aureny III, a equipe teria optado por controlar o suspeito atirando em uma região não letal.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que o homem foi autuado por desacato, resistência, lesão corporal e porte de droga para uso próprio, encontrando-se sob custódia do Sistema Penitenciário.

A polícia disse que o suspeito já possui histórico criminal, incluindo passagens por posse de arma de fogo, roubo, receptação, desacato, tráfico de entorpecentes e lesão corporal.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.