Passageiro de ônibus que tombou na BR-153 deixou de viajar em carro próprio por medo de acidente

Filipe dos Santos viajava com o namorado, que ficou em estado grave e teve o braço amputado. Acidente deixou três mortos e 19 feridos.

Compartilhe:

No trágico acidente que ocorreu no fim de tarde deste domingo (25) na BR-153, próximo a Miranorte, deixando um rastro de morte e feridos, um dos passageiros do ônibus que tombou, Filipe dos Santos,, revelou que havia optado por não fazer a viagem de carro próprio devido ao medo de acidentes.

Filipe e seu namorado, Mateus Pires de Souza, estavam no veículo de transporte de passageiros, com este último sofrendo a amputação de um braço e sendo transferido para o Hospital Geral de Palmas.

“Nós somos de Minas, estávamos em Pedro Afonso a turismo, a gente estava voltando pra Minas. A gente deixou o carro em Goiânia porque eu fiquei com medo de vir de carro por conta de acidente”, contou.

O ônibus, que transportava quase 30 pessoas, saiu da cidade de Tucuruí, no Pará, com destino a Goiânia, em Goiás. O acidente ocorreu no km 410 da rodovia, quando o veículo saiu da pista e tombou.

Ônibus tomba na BR-153 perto de Miranorte e deixa três mortos e 19 feridos
Foto: Divulgação/PRF

Três passageiros morreram no acidente: Maria do Rosário Nascimento, de 71 anos; Marina da Costa Ferreira, de 60 anos; e José Fladson Moura, de 46 anos, que veio a falecer no Hospital Regional de Miracema.

As causas do acidente ainda são desconhecidas, e a Polícia Rodoviária Federal está conduzindo a investigação. Lucas Vilarinho, agente da PRF, ressaltou que é necessário aguardar a conclusão do boletim de ocorrência, bem como o trabalho dos órgãos responsáveis, como a polícia civil, perícia e Instituto Médico Legal (IML), para determinar as circunstâncias do ocorrido.

Imagens feitas por testemunhas logo após o acidente revelam a cena caótica no local. No interior do ônibus tombado, é possível observar a destruição nas fileiras atrás do banco do motorista. As janelas estão completamente destruídas, e a lataria amassada. Infelizmente, os passageiros que estavam nessa parte do ônibus foram os mais afetados.

O resgate de uma das vítimas, que ficou presa embaixo do veículo, exigiu o uso de uma retroescavadeira. A comerciante Ilda Gomes, que chegou pouco após o acidente, testemunhou os esforços da equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para salvar as pessoas presas nos destroços.

O médico Demerval Júnior, que estava de plantão, descreveu o estado dos pacientes, destacando que um deles estava em estado grave e precisou passar por cirurgia, mas acabou falecendo após uma segunda parada cardíaca. Os demais pacientes estão sob os cuidados da equipe de ortopedia e fora de perigo.

Ônibus tomba na BR-153 perto de Miranorte e deixa três mortos e 19 feridos
Foto: Divulgação
O que diz a empresa

A empresa responsável pelo ônibus, Real Maia, não respondeu às tentativas de contato. No entanto, um representante da empresa assegurou que estão fornecendo total apoio às vítimas . “Os que quiserem seguir viagem vão seguir viagem e os que quiserem voltar para casa todos vão voltar. Tudo a empresa que está fazendo, dando total suporte”, disse o representante da empresa, Odair Alves.

Sete seguem internados

A Secretaria de Estado da Saúde informou que o Hospital Regional de Miracema (HRM) recebeu 19 pessoas do acidente. Um deles foi a óbito na unidade (José Fladson), quatro seguem internados e três foram transferidos para o Hospital Geral de Palmas (HGP), aonde seguem recebendo atendimento da equipe multiprofissional.

Outra passageira do mesmo acidente tinha dado entrada no Hospital Regional de Paraíso do Tocantins (HRPT) e depois transferida para o Hospital Geral de Palmas (HGP), onde ficou sob observação e teve alta.

No total, dos 19 feridos 12 receberam alta.

*Com informações do G1