Para pedir socorro, vítima de violência domestica liga para PM e diz que quer “fazer o cabelo”

Caso aconteceu em Araçatuba, em São Paulo. A mulher foi ameaçada e agredida pelo companheiro que foi preso.

Compartilhe:

Uma mulher pediu socorro à Polícia Militar de Araçatuba, em São Paulo ao ligar para o número de emergência 190 para “fazer o cabelo”, na manhã desta quinta-feira (9). Segundo a PM, a equipe percebeu que se tratava de uma vítima de violência doméstica e foi até uma casa do bairro São João.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

No local, a equipe policial percebeu que a mulher correu da casa e afirmou que foi ameaçada de morte e agredida pelo companheiro. O homem foi abordado e confessou aos militares que eles discutiram e ele a agrediu.

A PM informou ainda, que a vítima que apresentava hematomas no rosto, foi socorrida e encaminhada ao Pronto-Socorro Municipal. Ela recebeu atendimento médico e foi liberada.

Uma mulher pediu socorro à Polícia Militar de Araçatuba, em São Paulo ao ligar para o número de emergência 190 para “fazer o cabelo”, na manhã desta quinta-feira (9). Segundo a PM, a equipe percebeu que se tratava de uma vítima de violência doméstica e foi até uma casa do bairro São João.

No local, a equipe policial percebeu que a mulher correu da casa e afirmou que foi ameaçada de morte e agredida pelo companheiro. O homem foi abordado e confessou aos militares que eles discutiram e ele a agrediu.

A PM informou ainda, que a vítima que apresentava hematomas no rosto, foi socorrida e encaminhada ao Pronto-Socorro Municipal. Ela recebeu atendimento médico e foi liberada.

O casal foi levado à delegacia e o homem foi preso, permanecendo à disposição da Justiça.

*Com informações do G1