Operação da Polícia Federal apura crime eleitoral em Cariri do Tocantins

A ação é uma determinação da Justiça Eleitoral de Gurupi. Dez mandados de busca e apreensão são cumpridos na cidade.

Compartilhe:

Uma operação da Polícia Federal cumpre na manhã dessa quarta-feira (20) dez mandados de busca e apreensão na cidade de Cariri do Tocantins, região sul do estado. A ação envolve supostas doações de lotes durante as eleições de 2016 e  foi determinada pela Justiça Eleitoral de Gurupi.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Foi determinado a busca e apreensão de todos os processos de doação de lotes para verificar a procedência. Conforme a Polícia Federal, são investigados oito vereadores e o ex-prefeito da época, José Gomes.

De acordo com a denúncia, cada vereador teria recebido cerda de 15 lotes para distribuir em troca de votos. Os alvos foram intimados a depor.

Entenda
Em 2017, o Ministério Público denunciou o ex-prefeito por supostamente implantar dois loteamentos clandestinos e doar 326 lotes públicos de forma indiscriminada. Na época, a promotoria de Justiça afirmou que um projeto de lei feito pela prefeitura em 2015 e aprovado pela Câmara dos Vereadores permitiu ao prefeito dispor das áreas públicas da cidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *