No Tocantins, Tribunal de Contas inicia auditoria para investigar denúncias de irregularidades no Plansaúde

O levantamento será nos atos realizados entre janeiro e outubro de 2021.

Compartilhe

Nesta terça-feira (16), o Tribunal de Contas do Estado (TCE-TO) informou que começou uma auditoria para apurar atos da gestão do plano de saúde dos servidores públicos do Tocantins, o antigo Plansaúde, atual Servir. O trabalho de fiscalização será feito na documentação do período entre janeiro e outubro de 2021.

Segundo o órgão, o objetivo da medida é verificar denúncias de irregularidades na administração do dinheiro do plano. Também faz parte dos objetivos da apuração saber se os prazos para o repasse da contribuição patronal do plano foram respeitados e se há favorecimento de alguns fornecedores no pagamento pro produtos e serviços.

Esta apuração é parte do Plano Anual de Auditorias e Fiscalização da Corte de Contas. O pedido específico relacionado ao Plansaúde foi do conselheiro Severiano Costandrade.

O relatório final do caso deve ser apresentado na segunda quinzena de dezembro.