No Tocantins, setembro começa com umidade do ar extremamente baixa e temperatura de 40 graus

Segundo o Núcleo de Meteorologia da Unitins, as popularmente conhecidas chuvas do pequi e caju nunca estão descartadas por setembro estar em período de transição entre as estações.

Compartilhe:

Apesar de toda cor devido a florada de Ipê no cerrado Tocantinense, o mês de setembro não começa animador para a população. A previsão, segundo o Núcleo Estadual de Meteorologia e Recursos Hídricos (Nemet/RH) da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), é de calor, com temperatura de 40 graus, e umidade relativa do ar extremamente baixa.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Segundo o meteorologista Nemet/RH), o professor doutor José Luiz Cabral, a previsão indica tempo quente e seco para este mês de setembro. “É o mês onde as temperaturas chegam aos 40 graus e a umidade relativa do ar fica extremamente baixa”, pontua.

O professor conta que tem-se observado muita variação  da nebulosidade em todo o Estado e que, inclusive, há duas semanas houve registro de chuvas rápidas nos municípios do Bico do Papagaio e em Araguaína, mas que isso não significa uma chegada antecipada do período chuvoso de fato, previsto, normalmente, só para a segunda quinzena de outubro.

“Em verdade, estamos superando os 100 dias sem chuvas significativas na parte do Tocantins. Chuvas do caju e pequi nunca estão descartadas, devido este mês que entra ser considerado o período de transição entre o longo período de estiagem  e o chuvoso”, acrescenta. 

Foto: Nonato Silva – Divulgação/Unitins

No Tocantins, o clima que predomina é o tropical, e esse apresenta duas estações bem definidas, uma seca e uma chuvosa. A primeira vai de maio a outubro, enquanto a chuvosa de novembro a abril. 

Em relação ao fenômeno meteorológico La Niña, marcado pelo resfriamento das águas do Oceano Pacífico Equatorial e que interfere nas chuvas do Brasil, o professor diz que há uma perspectiva para a ocorrência dele neste ano, contudo acredita que não irá interferir nas chuvas no Tocantins. “Porém, é necessário ficar atento para as grandes irregularidades do início do período chuvoso, que temos presenciado nos últimos cinco anos”, destaca.

O Nemet/RH desenvolve trabalhos de monitoramento climatológico e disponibiliza à sociedade, via internet, a previsão do tempo para os sete dias da semana para todos os 139 municípios do Tocantins e a previsão do clima para três meses de todas as regiões do estado. Veja aqui.