Consumidores com contas de energia atrasadas podem ter a luz cortada

Cortes estavam suspensos desde março, mas voltam a ser autorizados pelo governo a partir deste sábado (1º).

Compartilhe

A Energisa, concessionária de energia elétrica, informou que vai retomar, a partir deste sábado (1°), os cortes de energia dos clientes que estiverem com pagamento atrasado. A resolução que proibia a suspensão do serviço começou a valer em março por causa da pandemia de coronavírus e chegou a ser prorrogada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O benefício deixou de valer nesta sexta-feira, 31 de julho.

De acordo com a concessionária, a possibilidade de suspensão do fornecimento de energia atinge clientes residenciais urbanos e rurais, assim como prestadores de serviços essenciais.

“O Grupo Energisa seguirá as mudanças previstas na resolução normativa da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), anunciadas em 21 de julho de 2020, que autoriza as distribuidoras a retomarem, a partir de 1º de agosto de 2020, os cortes de energia em clientes com contas atrasadas”, informou a empresa em nota.

Por outro lado, conforme a empresa  mantém-se a restrição do corte para consumidores de baixa renda inscritos no programa de tarifa social, até 31 de dezembro e unidades onde existam pessoas usuárias de equipamentos necessários para a preservação da vida humana.

Para os clientes que continuarão com o corte proibido, a Energisa informou que segue enviando as contas, fazendo negativações e protesto das dívidas normalmente. Por isso os consumidores que tiverem condições devem manter os pagamentos em dia.

A concessionária disse também que vem oferecendo aos seus clientes condições facilitadas para a regularização de contas atrasadas. Os clientes podem solicitar a negociação sem sair de casa, por meio dos canais de atendimento: WhatsApp (Gisa) 63 99222-6664, aplicativo Energisa On e o site energisa.com.br, além do 0800 721 3330.