Mulher que foi torturada e morta dentro de motel em Palmas é identificada

Corpo de vítima foi encontrado por funcionários após a pessoa que acompanhava a mulher no motel sair sem pagar.

Compartilhe:

A mulher morta dentro de um motel em Palmas foi identificada como Marcela da Silva Soares, de 19 anos. O vítima foi encontrada sem vida por funcionários do estabelecimento, na madrugada desta segunda-feira (20). Marcela era natural de Peixe, no sul do Tocantins, e residia com a família na capital.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Segundo a Polícia Militar, o corpo foi encontrado após funcionários irem vistoriar o quarto porque a pessoa que acompanhava a mulher saiu sem pagar. Testemunhas relataram ter ouvido uma discussão vinda do apartamento número 103, onde vítima estava hospedada.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, a vítima estava sem documentos e que por isso ainda não foi identificada. Além das marcas de tortura, as evidências indicam que ela foi estrangulada.

O crime acontecei por volta de 1h, no estabelecimento que fica na marginal oeste da TO-050, saída para Porto Nacional. A perícia foi chamada e o corpo da mulher foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Palmas.

Os relatos das testemunhas sobre a briga indicam que a discussão parou de repente. A suspeita é de que o autor do crime seja um ex-namorado de Marcela, mas até o momento ninguém foi preso.

Foto: Divulgação