Mulher morre deitada em rede ao ser atingida por pilar de madeira no norte do Tocantins

Rosália Casagrande era filha dos médicos Max Saldanha e Maria de Lourdes; ela foi a óbito momentos após postagem de 'Feliz Páscoa' em uma rede social. Caso aconteceu em Araguaína.

Compartilhe

Rosália Casagrande, de 39 anos, morreu após ser atingida por um poste de madeira enquanto estava deitada em uma rede. Caso aconteceu na tarde deste domingo (4) em Araguaína, no norte do Tocantins. Momentos antes do acidente, ela usou uma rede social para celebrar a Páscoa e postar uma frase motivacional. (Veja o vídeo abaixo)

Rosália passava o dia na casa da mãe, no setor Martins Jorge, quando o acidente aconteceu. O caso foi registrado pela Polícia Militar como morte acidental. os policiais foram chamados por um homem de 65 anos. Ele relatou que após a refeição, Rosália foi para o quintal com os filhos e se deitou na rede, que estava amarrada em dois postes de madeira

Um dos postes acabou quebrando na base e atingindo a mulher na cabeça. Rosália sofreu um traumatismo craniano severo. O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) foi chamado e confirmou o óbito da vítima. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Araguaína.

Em suas redes sociais, Rosália Casagrande se apresentava como facilitadora em personal branding e desenvolvimento pessoal. Ela realizava consultorias, cursos online e palestras. Ela era filha dos médicos Max Saldanha e Maria de Lourdes.

Em seus últimos stories, no dia do acidente, a profissional mostrou o local onde estava deitada e postou uma mensagem: ‘Respeite sua natureza humana e conecte com sua natureza divina’. Assista o vídeo:

Foto: Divulgação