Motociclista ignora sinalização e fica ferido após cair em ponte que desabou na região norte de Palmas

O local está interditado há mais de um ano e ainda não recebeu obras. Vítima teve ferimentos na boca e fratura no fêmur.

Compartilhe

Um motociclista teve ferimentos cair na ponte sobre o córrego Sussuapara, na região norte de Palmas. A cabeceira da estrura desabou em fevereiro do ano passado e até hoje segue interditada. As obras no local ainda não foram realizadas pela prefeitura. Conforme a Polícia Militar, a vítima tem 43 anos e não conseguiu dizer o que aconteceu pois estava com a boca bastante machucada e o fêmur fraturado.

O homem foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado até uma unidade hospitalar para receber atendimento. Já a motocicleta estava em situação regular e foi entregue ao irmão do condutor após perícia, disse a polícia.

A Prefeitura de Palmas informou que o processo licitatório para substituição da estrutura existente está em tramitação e que o trecho permanece sinalizado e interditado para segurança da população, sendo proibido o tráfego de veículos automotores, pedestres e ciclistas. Estes devem utilizar as Avenidas LO-08 e NS-01.

Desde que a cabeceira da ponte desabou, usuários se arriscam ao passar pelo local, seja a pé, de bicicleta ou moto.

A cabeceira sobre o córrego Sussuapara, que fica entre as Arnos 21 e 31 (antigas 203 e 303 Norte), começou a afundar no dia 7 de fevereiro de 2020. Dois dias depois, o aterro cedeu e formou uma cratera no local. Desde então, a avenida está interditada nos dois sentidos. O ponto que cedeu fica perto do Parque Sussuapara e da Unidade de Pronto Atendimento Norte.