Mais cara: Tocantins terá um reajuste médio de 4,4% na tarifa de energia elétrica a partir de julho

No caso das indústrias, o reajuste ficou em 5,10%.

Compartilhe:

Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (29) um reajuste médio de 4,04% na tarifa de energia elétrica do Tocantins. O novo valor passará a vigorar a partir de 4 de julho. Segundo o ranking da instituição, o tocantinense passará a pagar a 12ª fatura mais alta do país, considerando o valor do Megawatt-hora (MWh).

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

O reajuste foi aprovado de forma unânime. Conforme a Aneel, o efeito médio que será sentido pelos consumidores é de 4,04%. No caso das indústrias, o reajuste ficou em 5,10%.

Enquanto o efeito médio a ser percebido pelos clientes residenciais e comerciais será de 3,04%. O cliente que pagava uma conta de R$ 100,00, por exemplo, passará a pagar cerca de R$ 103,04, pelo mesmo consumo.

“O reajuste é extremamente adequado. O desejado é que seja um reajuste que permita uma retribuição justa pelo serviço hora fornecido, mas também um preço extremamente adequado para aquele que vai pagar a tarifa de energia”, comentou o relator, Efrain Pereira da Cruz.

Segundo a concessionária de energia elétrica do Tocantins, a Energisa, o reajuste tarifário anual é um processo regulado, previsto no contrato de concessão.

“Estes contratos apresentam regras bem definidas a respeito das contas de luz, bem como a metodologia de cálculo dos reajustes realizados pela Aneel, para todas as distribuidoras de energia do país”, disse em nota.

Por G1