Idoso sofre infarto ao saber que cunhado morreu após ser arrastado por caminhão

Fatalidade aconteceu em Araguaína, região norte do Tocantins.  Corpos estão sendo velados juntos.
Compartilhe


Raimundo Ferreira dos Santos, de 62 anos, sofreu um infarto e morreu após saber que o cunhado dele, Reginaldo Lima Viana, de 50 anos, sofreu um acidente de trânsito grave e não resistiu. Os dois corpos são velados juntos e devem ser enterrados no mesmo cemitério em Araguaína, região norte do Tocantins. 

Segundo os familiares, o idoso passou mal ao ser informado que Reginaldo foi arrastado por um caminhão enquanto estava na garupa de um mototáxi. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser chamado na casa, mas o homem não resistiu. A família ficou abalada.

Ainda segundo parentes, Raimundo reclamou de dores no peito dias antes, mas não foi ao médico. Os corpos estão sendo velado na mesma residência, no setor Vitória. O sepultamento está previsto para acontecer no final da tarde desta terça-feira (8).

Entenda

Reginaldo Lima Viana morreu na tarde desta segunda-feira (7) após a motocicleta em que ele estava como passageiro ser arrastada por um caminhão carregado com areia. O acidente aconteceu na avenida Filadélfia, em Araguaína.

A vítima era passageira de um mototáxi. Uma câmera de segurança de um estabelecimento flagrou o momento exato em que o caminhão arrasta o veículo juntamente com o mototaxista e o passageiro.

Foto: Divulgação

No vídeo é possível ver que a vítima fica presa no pneu traseiro do caminhão. Com o veículo ainda em movimento, o mototaxista consegue se soltar. Ele levanta no meio da pista e percebe que o passageiro está ferido. O motorista só para alguns metros depois, ao perceber o acidente.

Reginaldo chegou ser socorrido, mas não resistiu aos graves ferimentos na cabeça e morreu ainda no local. Equipes da polícia e da perícia estiveram no local e vão apurar as causas do acidente.

Foto: Reprodução

| Recomendado