IBGE abre concurso para Censo 2022 com 1.642 vagas no Tocantins

Oportunidades são para cinco cargos e salários podem chegar a R$ 3.677,27. Recenseamento ocorre a cada dez anos e deveria ter ocorrido em 2020, mas foi adiado por duas vezes.

Compartilhe:

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) abriu editais para contratar funcionários temporários para o Censo 2022. Em todo país são quatro processos seletivos que somam mais de 200 mil vagas.  Recenseamento ocorre a cada dez anos e deveria ter ocorrido em 2020, mas foi adiado devido à pandemia de Covid-19 e posteriormente por corte de verba.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

No Tocantins são 1.642 oportunidades para cinco cargos que exigem o nível fundamental e médio. Os salários podem chegar a R$ 3.677,27.

Recenseador
  • Total de vagas: 1.374
  • Remuneração: Por produtividade
  • Previsão de duração do contrato: 3 meses
  • Requisito: Nível fundamental
  • Taxa de inscrição: R$ 57,50

Veja o edital

As inscrições seguem até 29 de dezembro no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV). A seleção dos candidatos será por meio de uma prova objetiva aplicada na manhã do dia 27 de março de 2022. A previsão é que os aprovados trabalhem por até três meses na coleta domiciliar.

Na seleção para recenseadores, os candidatos devem escolher, no ato da inscrição, a área em que desejam trabalhar. Como os recenseadores são remunerados por produtividade, o IBGE preparou um simulador online, que calcula quanto o profissional vai receber.

A jornada de trabalho recomendável é de, no mínimo, 25 horas semanais.

Agente Censitário Municipal (ACM) e Agente Censitário Supervisor (ACS)
  • Total de vagas: 238
  • Remuneração: R$ 1.700,00 (ACS) e R$ 2.100 (ACM)
  • Previsão de duração do contrato: 5 meses
  • Requisito: nível médio de escolaridade
  • Taxa de inscrição: R$ 60,50

Veja o edital

As inscrições estão abertas até o dia 29 de dezembro. Essas duas funções estão no mesmo processo seletivo. Os mais bem colocados em cada município ocuparão a vaga de ACM, que será o responsável pela coordenação da coleta do Censo 2021.

Além do salário, os dois cargos terão direito a auxílio-alimentação, auxílio-transporte, auxílio pré-escola, férias e 13º salário proporcionais.

As provas serão aplicadas no dia 27 de março. Os gabaritos preliminares serão divulgados no dia seguinte a aplicação das provas, no site da FGV. O resultado final está previsto para 6 de maio de 2022.

Agente Censitário de Administração e Informática – ACAI
  • Total de vagas: 29
  • Remuneração: R$ 1.700,00
  • Previsão de duração do contrato: 5 meses
  • Requisito: nível médio de escolaridade
  • Taxa de inscrição: R$ 44

Veja o edital

Coordenador Censitário de Área – CCA
  • Total de vagas: 1
  • Remuneração: R$ 3.677,27
  • Previsão de duração do contrato: 7 meses
  • Requisitos: nível médio de escolaridade e carteira nacional de habilitação definitiva ou provisória, no mínimo categoria B, no prazo de validade
  • Taxa de inscrição: R$ 66

As inscrições seguem até 23h59 do dia 10 de janeiro de 2022 e devem ser feitas pela internet. As provas estão previstas para o dia 20 de fevereiro.

Os selecionados também vão receber auxílio-alimentação, auxílio-transporte, auxílio pré-escolar, férias e 13º salário proporcionais. A jornada é de 40 horas semanais. As exigências para os dois cargos são as mesmas:

  • É preciso ter 18 anos completos na data da contratação
  • Ser brasileiro ou português
  • Não ser microempreendedor individual
  • Estar em dia com as obrigações políticas e militares (no caso dos homens), entre outras.
  • Servidores da ativa ou aposentados não podem participar da seleção.
Atraso no Censo

O recenseamento do país, que ocorre a cada dez anos, deveria ter ocorrido em 2020, mas foi adiado devido à pandemia de Covid-19. A destinação de uma verba de valor menor que o pedido pelo IBGE também provocou o adiamento do processo, que seria realizado neste ano.

Os candidatos que se inscreveram para o processo seletivo para o senso 2021, cancelado em outubro, podem pedir o reembolso no portal do IBGE. A devolução das taxas começou no dia 3 de dezembro.

Segundo o instituto, o total será restituído em até 40 dias após a solicitação. A mesma orientação vale também para ressarcimento aos inscritos no processo seletivo simplificado do Censo 2020. O depósito só será realizado em conta corrente no nome e no CPF do candidato.