Homem se arrepende de roubar carro de pastor e manda carta para pedir perdão

Preso pela polícia, o suspeito também roubou dois celulares do proprietário do veículo ao abordá-lo na porta da igreja após uma celebração. Caso aconteceu em Goiânia (GO).

Compartilhe

Um homem foi preso pela Polícia Civil suspeito de roubar um carro e dois celulares de um pastor evangélico na porta da igreja, após uma celebração, em Goiânia. Segundo a corporação, João Marcos Landmann, de 28 anos, se arrependeu do crime e escreveu uma carta com pedido de desculpas para o dono do veículo.

“Peço encarecidamente que me perdoe pelo que fiz. Estou muito arrependido e ferido. Não sou uma pessoa ruim, mas estava muito drogado”, escreveu o homem.

O crime aconteceu em 15 de novembro, porém, o suspeito foi preso mais de um mês depois, na quarta-feira (16), no Conjunto Veja Cruz, após ser expedido o mandado de prisão temporária pela Justiça.

O delegado Bernardo Comunale explicou que o jovem ainda foi preso em flagrante por receptação durante o cumprimento do mandado de prisão por estar com uma moto roubada.

Carro devolvido

Segundo a Polícia Civil, uma mulher ligou para o pastor afirmando que tinha achado um dos celulares roubados e que queria o encontrar para devolver o telefone. No momento do encontro, ela revelou que era a mulher do investigado e entregou a carta escrita pelo marido.

No texto, o homem conta onde abandonou o carro. Logo depois, o pastor recuperou o veículo.

João Marcos disse na carta que frequentava uma igreja, mas se desviou por causa de bebida alcoólica e drogas. O homem usava tornozeleira eletrônica no dia do roubo, pois responde por um roubo a mão armada, praticado em junho de 2019.

*Por G1