Homem que se apresentava como massagista é preso após passar as mãos nas partes íntimas de mulheres; Vídeo

O falso massagista perguntava se as mulheres sentiam dores e praticava os assédios. Crimes ocorreram contra lojistas em Peruíbe (SP).

Compartilhe:

Um homem de 44 anos foi detido preventivamente por importunação sexual contra funcionárias de lojas em Peruíbe, no litoral de São Paulo. Segundo a polícia, o suspeito se passava por massagista e tocava de forma inadequada as partes íntimas das mulheres. Imagens que circular penas redes sociais, nesta segunda-feira (5) mostram o indivíduo adentrando estabelecimentos para cometer os crimes.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

Assista o vídeo:

Nas imagens, é possível observar o falso massagista passando diante de estabelecimentos no bairro Balneário Stella Maris, como se estivesse selecionando um alvo. Subitamente, ele para em frente a um deles e entra para perpetrar mais um ato criminoso.

Pelo menos quatro boletins de ocorrência por importunação sexual foram registrados contra o suspeito. Com base nas denúncias das mulheres, o homem se apresentava como massagista e, durante as conversas, afirmava que abriria uma clínica de fisioterapia e massagem.

Ao longo do diálogo, ele indagava se as vítimas sentiam alguma dor no corpo, preparando o terreno para o crime. Com a resposta positiva e a autorização para tocar as mulheres, ele cometia os assédios.

A Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo informou, em nota, que os policiais do Setor de Investigações Gerais (SIG) localizaram o criminoso após identificá-lo. Ele foi conduzido à delegacia, onde permanece à disposição da Justiça.