Homem ganha indenização de R$ 10 mil após encontrar porca de metal em pacote de rosquinhas

Caso aconteceu 2019, em Anápolis (GO). O homem comia as rosquinhas com a neta de 4 anos quando percebeu que em uma das bolachas havia um objeto estranho.

Compartilhe

 

A empresa Café Rancheiro foi condenada a pagar uma indenização de R$ 10 mil a um consumidor que achou um objeto metálico dentro de um pacote de rosquinhas em Anápolis, Goiás. Uma porca de metal se soltou das máquinas e foi parar dentro de um pacote do alimento.

Conforme consta nos autos, Edson Gomes Peixoto comia as rosquinhas com a neta de 4 anos, em novembro de 2019, quando em determinado momento ele percebeu que em uma das bolachas havia um objeto estranho. Ao verificar o alimento, achou uma porca de metal presa a uma delas.

O consumidor ligou no SAC da empresa e após alguns dias de espera, recebeu a resposta via WhatsApp que dizia: “uma das peças de seu maquinário se soltou, logo, tal porca de metal veio a ser processada em meios às bolachas”. Edson então entrou com um processo na 1ª Vara Cível de Anápolis.

Rosquinhas em condições impróprias

Em sua decisão, o juiz Eduardo Walmory Sanches, ressaltou que o dano moral é cabível uma vez que o alimento foi consumido em condições impróprias. Além disso, a situação ofereceu de risco à saúde do consumidor.

Eduardo afirmou ainda que a empresa não só reconheceu a existência do objeto como tratou a questão com descaso. “A ré confessa e reconhece a existência do corpo estranho (porca metálica) no interior da bolacha. A mera leitura do Whatsapp enviado pelo SAC da empresa confirma tal situação fática”.

*Com informações do Mais Goiás