Homem é preso suspeito de torturar o filho de oito anos em Goiânia

Menino contou à polícia que o pai praticava sessões de espancamento, choques elétricos e afogamento contra ele.

Compartilhe

Um homem de 25 anos foi preso suspeito de tortura contra seu filho de oito anos em Goiânia, Goiás. De acordo com a Polícia Civil, o homem realizava sessões de afogamento e choques elétricos contra a criança. A prisão aconteceu nesta segunda-feira (7).

Ação que resultou na captura do suspeito faz parte da operação Curciatus, da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) da capital. De acordo com o relato da criança aos policiais o pai, cuja identidade não foi revelada, promovia “sessões de tortura” com agressões a diversas partes do corpo.

A criança contou ainda que o pai o agredia com um fio e que o mesmo instrumento era utilizado para dar choques elétricos nos braços, barriga, pernas e pés. O agressor também teria tentado arrancar as unhas da vítima.

A polícia disse ainda que pai acordava a criança de madrugada, pegava um balde e fazia sessões de afogamento na criança. O filho relatou ainda que ele era jogado no chão e, enquanto o pai pisava no seu pescoço, puxava sua língua com um alicate.

O homem foi preso na casa dele, localizada no Jardim Bella Vitta, onde morava com outras duas crianças. De acordo com a polícia, ele possuía uma passagem por crime contra a honra.