Homem é flagrado com cobra píton após encomendar ratos congelados pelos Correios

Órgãos ambientais foram acionados para averiguar o caso e multaram o homem em R$ 2,2 mil porque ele não tinha licença para criar o animal. Ratos seriam alimento para a cobra.

Compartilhe:

Um homem de 42 anos foi flagrado criando uma cobra píton ilegalmente após policiais militares irem até a casa dele por causa de uma encomenda suspeita encontrada em uma agência dos Correios. Segundo a corporação, o homem tinha encomendado pacotes com vários ratos mortos e congelados.

Os funcionários se surpreenderam ao ver o conteúdo da encomenda e chamaram a polícia, que foi até a casa do destinatário.

Por causa da irregularidade ambiental, a ação envolveu o Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) além do Ibama. O caso foi nesta quinta-feira (24), mas as informações só foram divulgadas na tarde desta sexta-feira (25). Mas a polícia não informou o nome do suspeito e nem a cidade em que ele mora.

Ratos congelados – Foto: Divulgação

O nome científico da espécie de cobra, segundo a polícia, é python molurus bivittatus. A serpente tinha coloração amarela e banca e é considerada um animal exótico. Esta espécie de cobra não é natural do Brasil e precisa de autorização dos órgãos ambientais quando vai ser trazida ao país.

A suspeita é de que os ratos fossem alimento para a cobra e seriam descongelados antes de serem servidos a ela.

Como não tinha os documentos de autorização para ser tutor da cobra, o homem foi multado em R$ 2,2 mil. A píton foi apreendida e será avaliada por um profissional especializado para posteriormente ter sua destinação definida.

Cobra foi apreendida – Foto: Divulgação

*Com informações do G1