Engenheiro agrônomo morre de Covid-19 nove dias após perder a esposa para a doença

Roberto Cunha Carvalho, de 70 anos, ficou 33 dias internado e lutando contra a doença. Ele deixou três filhos e três netos.

Compartilhe

O engenheiro agrônomo Roberto Cunha Carvalho, de 70 anos, foi mais uma das vítima a morrer devido complicações da Covid-19 em Palmas. Ele foi a óbito na noite deste sábado (27) e, segundo a Prefeitura de Palmas, esposa dele, Glaucia Carvalho, também foi diagnosticada com a doença e faleceu nove dias antes.

Roberto Carvalho, após ser diagnosticado, ficou hospitalizado por 33 dias. De acordo com a Prefeitura, “durante todo esse tempo lutou bravamente para vencer a doença, ao lado da esposa”.

O engenheiro agrônomo tinha aposentado no fim do ano passado. Antes disso ele trabalhou por 20 anos na Secretaria de Desenvolvimento Rural (Seder) de Palmas, atuando ativamente no desenvolvimento da bovinocultura. O município publicou uma nota de pesar e afirmou que ele “era considerado pelos amigos e colegas de trabalho um verdadeiro professor.”

Carvalho deixou três filhos e três netos.

O sepultamento do engenheiro será realizado na manhã deste domingo (28) no cemitério Jardim das Acácias, em Palmas.