Em Palmas, prefeitura decide adiar retorno das aulas presenciais na rede municipal para agosto

Cinthia Ribeiro usou suas redes sociais para informar que optou por aguardar que os profissionais da educação comecem a ser imunizados contra o coronavírus.

Compartilhe

A prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro (PSDB), anunciou nas redes sociais que o Centro de Operações de Emergências em Saúde (COE) da capital decidiu adiar o retorno das aulas presenciais na rede municipal. A retomada estava prevista para a próxima segunda-feira (31).

Na publicação, a prefeita lembrou que faltam apenas duas semanas para o encerramento do primeiro semestre e escreveu: “Vamos aguardar, confiantes, o início da vacinação dos professores, previsto p/ junho, segundo Ministério da Saúde”.

Ela informou que tomou a decisão para priorizar um retorno mais seguro. A nova previsão é para o início do 2ª semestre, no dia 2 de agosto. A prefeita ainda destacou a nova previsão depende da estabilidade dos indicadores da pandemia.

Na rede particular, as aulas já foram retomadas. O Governo do Tocantins emitiu um decreto que permite a retomada das aulas em todo o estado, mas deixa a decisão final para cada prefeitura. A Associação Tocantinense de Municípios (ATM) informou na última semana que pelo menos 30 municípios em todo o estado não iriam retomar as aulas.

A vacinação dos professores no Tocantins ainda não tem data prevista para começar.