Em Palmas: Central de Flagrantes passa a noite fechada após servidor testar positivo para Covid-19

Caso foi na delegacia da Teotônio Segurado que teve quer ser desinfectada. Ocorrências precisaram ser encaminhados para a delegacia de Taquaralto, no sul da cidade, ao longo da madrugada.

Compartilhe

 

A Central de Flagrantes da Polícia Civil na Avenida Teotônio Segurado, em Palmas, passou a noite entre o sábado (20) e o domingo (21) fechada. O local precisou ser desinfectado após a confirmação de que um servidor que trabalha no prédio ser diagnosticados com coronavírus.

A delegacia em questão é onde se registram crimes graves das regiões central e norte da cidade fora do horário comercial. Com o prédio fechado, todos os registros de crimes precisaram ser encaminhados para a Central de Flagrantes de Taquaralto, que fica no sul da cidade.

Avisos foram colocados na porta da delegacia fechada alertando para a mudança e informando que o Sistema Integrado de Operações Policiais (Siop), que coordena os trabalhos da polícia em campo, foi informado da alteração.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, o Corpo de Bombeiros fez a desinfecção do prédio e que o servidor que testou positivo está bem e em quarentena. Ele deve cumprir o isolamento pelos próximos 14 dias. Outros cinco servidores que tiveram contato com ele também vão ficar afastados.

Na manhã deste domingo, por volta das 8h, o prédio estava aberto e recebendo registros normalmente.

Equipes da Polícia Militar que estavam nas ruas durante a noite contribuíram para evitar a superlotação e fizeram alguns registros nos locais dos crimes para evitar deslocamentos desnecessários. O caso mais grave da região central que precisou ser encaminhado para Taquaralto foi uma lesão corporal com faca que ainda está sob investigação.

A Central de Flagrantes fica no complexo de delegacias da Polícia Civil em Palmas que tem as unidades especializadas em um prédio vizinho. Desde o começo da pandemia apenas crimes graves e que envolvam violência são registrados presencialmente no estado. A medida foi implantada para evitar aglomerações nas delegacias.