Homem morto com suspeita de gripe H1N1 é velado com caixão fechado

Compartilhe:

O caminhoneiro Rodrigo Nestor Ferreira, de 42 anos, morreu com suspeita de gripe H1N1 em Gurupi, sudeste do Tocantins. Ele deu entrada no Hospital Regional da cidade com falta de ar e febre. O corpo dele está sendo velado em Aliança do Tocantins, com caixão fechado.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

O caso está sendo investigado pela Secretaria de Estado da Saúde. O exame do paciente está em análise, com previsão de ser liberado nas próximas 24 horas. O órgão ressalta que não há motivo para pânico para a população.

Rodrigo Nestor morreu por volta das 21 horas desta quinta-feira (5). o médicos disseram a família que a suspeita era de gripe H1N1.

O corpo está sendo vela em uma igreja em Aliança.

Os principais sintomas da gripe H1N1 são os mesmos de um estado gripal comum, como febre que dura entre 3 e 5 dias, tosse seca, secreção e dores no corpo. Se os sintomas persistirem por vários dias a recomendação é procurar atendimento médico. A forma mais eficaz de evitar a transmissão do vírus é a higienização das mãos, principalmente com álcool gel.

Foto: TV Anhanguera

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *