Dois suspeitos de integrar quadrilha responsável por roubo em fazenda são presos no TO e PA

Segundo a polícia, eles são de altíssima periculosidade e estariam envolvidos com roubos na região sul e central do estado. Um terceiro investigado conseguiu escapar e está sendo procurado.

Compartilhe

 

A Polícia Civil cumpriu dois mandados de prisão preventiva na manhã desta terça-feira (30) contra suspeitos de integrar uma quadrilha de assaltantes que atuava no Tocantins. Conforme as investigações, o grupo criminoso é responsável por roubos em fazendas na região sul e central do Tocantins, além de estar envolvido na morte de um fazendeiro no Pará.

Os presos foram identificado como Gean Mike Araújo Santos, de 29 anos, e Diego Fernandes Miranda, de 25 anos. Um terceiro investigado conseguiu escapar, mas está com mandado de prisão em aberto e é considerado foragido.

Ainda segundo a. Polícia, ossuspeitos seriam membros de uma quadrilha de assaltantes que foi responsável por um roubo na fazenda Canadá, em Figueirópolis, no último mês de maio. Na ocasião um dos suspeitos foi preso em flagrante e os outros tinham escapado.

Gean Mike foi preso na manhã desta terça-feira (30) na cidade de Juarina, no norte do estado. Com ele a polícia encontrou uma armas e munições, além de duas motos roubadas. Uma das armas estava escondida na caixa de descarga de um banheiro.

O mandado de prisão contra Diego Fernandes foi cumprido na cidade de Xinguara (PA). Ele estava preso no Pará desde a semana passada, suspeito de matar um fazendeiro e deixar outra pessoa gravemente ferida durante um roubou em uma fazenda da cidade.

Ainda conforme a polícia, os investigados são de altíssima periculosidade. Eles são suspeitos de diversos assaltos com privação de liberdade das vítimas em várias cidades do Tocantins.

O grupo se desloca rapidamente e conta com ajuda de comparsas em diversas regiões para cometer roubos e depois retornar para os esconderijos próximos de Colinas do Tocantins e Palmas.

Os três suspeitos presos e o quarto que conseguiu escapar foram indiciados pelos crimes de roubo majorados e formação de quadrilha. As investigações foram realizadas pela Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores e 90º Delegacia de Polícia de Figueirópolis.

A operação contou com apoio do Grupo de Operações Especiais – Gote, Delegacia Regional de Colinas, policiais militares de Figueirópolis e policiais militares de Xinguara-PA.

Objetos recuperados

Segundo a Polícia Civil, uma caminhonete que teria sido roubada pelo grupo na fazenda foi clonada e acabou sendo apreendida pela Polícia Rodoviária Federal quando estava sendo levada pra Goiânia (GO).

Além disso, com o suspeito preso em Xinguara (PA) foi apreendido um dos celulares roubados de uma das vítimas da Fazenda Canadá, assim como de parte das joias roubadas.