Chega a 39 o número de mortos após fortes temporais no RS

Mais dois óbitos foram registrados nesta quinta-feira (7) em Imigrante e Cruzeiro do Sul. As duas cidades ficam no Vale do Taquari, região mais afetada pelas enchentes do RS.

Compartilhe:

O governo do Rio Grande do Sul confirmou mais duas fatalidades causadas pelo ciclone extratropical que atingiu o estado. Estas duas mortes ocorreram em Imigrante e Cruzeiro do Sul, ambas localizadas na região do Vale do Taquari, que foi a mais afetada pela enchente. Com esses novos registros, o total de vítimas fatais no estado chega a 39.

As localidades afetadas e o número de mortes em cada uma são os seguintes:

  • Passo Fundo: 1
  • Mato Castelhano: 1
  • Ibiraiaras: 2
  • Lajeado: 3
  • Estrela: 2
  • Encantado: 1
  • Muçum: 14
  • Roca Sales: 9
  • Imigrante: 1
  • Santa Tereza: 1
  • Cruzeiro do Sul: 4

O governo esclareceu que os números foram revisados após levantamento preliminar, onde inicialmente foi informado que Muçum tinha 15 mortes, mas o número foi corrigido para 14. Em Roca Sales, foi de oito para nove, em Lajeado de dois para três, e em Cruzeiro do Sul, de um para dois. A precisão dos levantamentos preliminares às vezes pode ser prejudicada devido à priorização das ações de socorro.

Além disso, há o registro de nove pessoas desaparecidas, todas em Muçum, e cerca de 2.7 mil pessoas já foram resgatadas pelas equipes do governo em 80 municípios afetados. O desastre deixou mais de 6 mil pessoas fora de suas casas, entre desabrigados e desalojados, devido às condições climáticas no RS.