Central de Movimentos Populares do Tocantins renova coordenação e elege delegados para encontro nacional

A eleição ocorreu durante o encontro estadual do movimento, realizado em Palmas. No evento, também foi aprovado o plano de lutas da entidade.

Compartilhe:

Durante o encontro estadual realizado em Palmas, a Central de Movimentos Populares (CMP) do Tocantins renovou sua coordenação e elegeu os delegados que irão representar o estado no Congresso Nacional da Central, que acontecerá no mês de outubro em Salvador (BA).

O evento aconteceu na manhã deste sábado (17), no auditório do Sindicato dos Trabalhadores da Educação no Tocantins (Sintet). Estiveram presentes representantes de diversos segmentos de movimentos sociais de Palmas, Porto Nacional, Miracema e Miranorte.

A CMP congrega diversos movimentos populares urbanos, como moradia, saúde, mulheres, negros, juventude, economia solidária, direitos humanos, meio ambiente, entre outros.

No encontro, também foi aprovado o plano de lutas da entidade. Entre os principais pontos estão questões como segurança pública, mobilidade e vazios urbanos, assim como a defesa da moradia popular, economia solidária, direitos humanos e meio ambiente.

Ativistas no Encontro da Central de Movimento Populares em Palmas
Foto: Divulgação

O coordenador estadual da CMP no estado, Antônio Édis, que foi reconduzido ao cargo, destacou a importância dos movimentos populares. “Precisamos estar juntos para mostrarmos força, mostrarmos que estamos unidos em defesa dos nossos direitos”, pontuou.

Nova coordenação do CMP Tocantins:

  • Coordenador: Antônio Édis – OPM
  • Secretário-geral: Jozafá Maciel – OPM
  • Secretário de Formação: Hilton Faria – CDHP
  • Secretária de Finanças: Ana Paula – OPM
  • Secretária de Mobilização: Maria da Penha – Economia solidária
  • Secretário de Comunicação: Mateus Lemmet – Economia solidária
  • Secretário de Relações Institucionais: Antoniel Oliveira – MCTTL
  • Diretora: Ademaria – UNMP

Encontro Nacional

Neste ano, em que celebra seus 30 anos de existência, a Central de Movimentos Populares realiza seu VII Congresso, de 26 a 29 de outubro, em Salvador, Bahia.

Com o tema “30 anos de lutas e resistência” e o lema “Contra o fascismo, em defesa da democracia, dos direitos e da vida”, o objetivo do evento é aprovar um plano de lutas e renovar a direção política da Central.

O Congresso também fará um balanço geral dos 30 anos de caminhada e experiência política, considerando as lutas travadas pelos movimentos, as dificuldades, os avanços e os desafios enfrentados pela Central. Além disso, será realizado um ato de comemoração dos 30 anos da CMP.