Cantor de forró que morreu após ser picado por aranha planejava gravar DVD em janeiro

Darlyn Morais, de 28 anos, passou mal na semana passada e morreu no hospital em Palmas. Enteada do cantor também foi picada e está internada.

Compartilhe:

A notícia da morte do cantor de forró Darlyn Morais, de 28 anos, deixou uma profunda tristeza entre seus amigos e familiares, que o descrevem como alguém alegre. Ele foi a óbito na manhã de segunda-feira (6), e os sintomas surgiram seis dias antes. A família acredita que o artista tenha sido picado por uma aranha, que também picou a enteada dele, que está atualmente hospitalizada.

Wesleya Silva Dias, prima do cantor, compartilhou que Darlyn era verdadeiramente apaixonado pela música. Sua banda, que o acompanhava nos shows, era composta por um irmão que tocava sanfona e um amigo que tocava teclado.

“Era sempre rodeado de amigos e irradiava alegria para todos. Sempre estava sorrindo e sendo amigável com todos ao seu redor. Tinha um coração generoso e estava sempre disposto a ajudar as pessoas”, afirmou a prima.

Além de suas apresentações no Tocantins, Darlyn e seus colegas de banda também se apresentaram em estados como Pará, Maranhão e Goiás.

Amigos e colegas de profissão prestaram homenagens nas redes sociais para expressar seu luto. Os vídeos compartilhados refletiam o pesar de todos, mencionando que “a classe artística, amigos e entes queridos estão de luto” e que “sempre lembrarão do seu talento”.

Planejava gravar DVD

Darlyn era morador de Miranorte, na região central do Tocantins e dedicou-se à música desde os 15 anos, realizando apresentações em diversas cidades do estado. Entre seus planos futuros estava a gravação de um DVD, como relataram seus amigos e familiares.

O cantor tinha dois filhos, uma menina de seis anos e um menino de um ano e quatro meses. Wesleya também mencionou que ele era um excelente pai e que era muito admirado por sua simplicidade e humildade.

Samuel Zhytor, amigo do cantor, revelou que Darlyn planejava gravar um DVD em janeiro de 2024 e que ele era amplamente apreciado na região, oferecendo oportunidades tanto localmente quanto fora do estado.

Morte Investigada

A morte de Darlyn está sendo investigada. Sua esposa, Jhullyenny Lisboa Silva, relatou que ele começou a apresentar mal-estar na terça-feira (31), após ser picado por uma aranha e apresentar escurecimento do rosto e fraqueza no corpo. Ele buscou atendimento médico em Miranorte e posteriormente foi transferido para o Hospital Geral de Palmas (HGP) por iniciativa dos familiares no domingo (5).

Foto: Divulgação

O óbito foi confirmado na manhã de segunda-feira (6), e a prima informou que ele não recebeu tratamento com soro antiescorpiônico durante os cuidados médicos.

A enteada do cantor, de 18 anos, também foi picada e apresentou sintomas semelhantes no pé no mesmo dia que o cantor. Ela foi hospitalizada e deve ser transferida para o HGP. Seu estado de saúde é estável.

A Secretaria de Estado da Saúde comunicou que o paciente foi atendido, mas, apesar dos esforços das equipes de saúde, veio a óbito. Especialistas do Instituto Butantan sugeriram que as fotos da lesão não apresentam características típicas de envenenamento por aranha, enfatizando a importância de aguardar o laudo oficial para determinar o diagnóstico com maior segurança.

O corpo de Darlyn passou por exames, e o laudo que esclarecerá a causa da morte deve ser divulgado em até dez dias. O velório acontecerá na residência da mãe de Darlyn, em Miranorte, e o sepultamento ocorrerá no cemitério da cidade.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.