Caminhoneiro é preso suspeito de estuprar vizinhas de 10 e 13 anos em Goiás

Casos veio a tona após vítimas assistirem palestra em igreja sobre violência sexual e denunciarem os abusos. Suspeito foi preso preventivamente em Anápolis.

Compartilhe:

Um motorista de caminhão, de 40 anos, foi preso suspeito de ter abusar sexualmente de duas meninas, com idades de 10 e 13 anos, em Santo Antônio do Descoberto, no Entorno do Distrito Federal (DF). As vítimas relataram à mãe que foram alvo do vizinho após participarem de uma palestra sobre violência sexual na igreja.

>> Siga o canal do "Sou Mais Notícias" no WhatsApp e receba as notícias no celular.

O nome do caminhoneiro não foi divulgado. Ele foi preso preventivamente nesta terça-feira (26), em Anápolis, e, conforme a Polícia Civil, enfrenta acusações de estupro de vulnerável.

A investigação está a cargo do delegado Adriano Jaime, de Santo Antônio do Descoberto. Segundo o investigador, a mãe denunciou o crime à delegacia no início de dezembro, alegando que o vizinho caminhoneiro havia violentado suas duas filhas. Jaime detalhou o modo como o suspeito atraiu as vítimas.

“Ele era vizinho delas, as convidou para ir até sua casa para comer um biscoito, trancou a porta e abusou das duas”, relatou o delegado.

Conforme as apurações, o crime ocorreu em maio deste ano, e o suspeito teria oferecido R$100 às vítimas para que não revelassem os acontecimentos. A mãe só tomou conhecimento dos estupros em novembro, quando as meninas participaram de uma palestra sobre violência sexual na igreja.

“A pastora instruiu que as vítimas deveriam contar para alguém, e quando chegaram em casa, a menor relatou o ocorrido”, acrescentou Jaime.

Após a mãe denunciar o crime, a polícia passou a monitorar o suspeito. Ele foi preso enquanto transportava uma carga para Rio Verde. O delegado informou que a família foi encaminhada ao Conselho Tutelar, as meninas foram ouvidas e agora residem em outra cidade.

>> Participe da comunidade do #SouMaisNoticias no WhatsApp.