Após 15 dias em UTI e vencer a Covid-19, paciente é pedido em casamento ao deixar hospital em Gurupi; Vídeo

Alírio Chaves de Sousa, 41 anos, e a companheira dele, Simone Martins, são de Araguaina. Ela organizou a surpresa durante o tratamento do homem com ajuda da equipe do hospital.

Compartilhe

Além da vitória sobre a covid-19, um paciente teve um motivo a mais para comemorar ao receber alta médica da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional de Gurupi, no sul do Tocantins. É que na saída, Alírio Chaves de Sousa, de 41 anos, foi surpreendido por sua companheira, , Simone Martins Lima de Sousa, com um pedido de casamento. O paciente ficou em estado grave e enquanto recebia tratamento a mulher organizava uma cerimônia. O casamento aconteceu na saída do hospital e emocionou profissionais de saúde da linha de frente.

Assista o vídeo:

Simone disse ao G1 que o companheiro nasceu de novo. “Eu não poderia deixar em branco essa saída. Precisava mostrar o quanto eu o amo e que não sei viver sem ele. Ele é o amor da minha vida”, afirmou a mulher após o casamento.

O casal mora em Araguaína, no norte do estado. Após o diagnóstico, o Alírio foi levado para o Hospital de Campanha da cidade, onde ficou três dias internado. Ele teve uma piora no quadro de saúde e no dia 24 de maio precisou ser levado, de UTI aérea, para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional de Gurupi.

Alírio teve 60% dos pulmões comprometidos e também foi diagnosticado com pneumonia. Durante todo o período de internação do companheiro, Simone ficou hospedada em um hotel de Gurupi mesmo sem poder visitá-lo. “Eu ia para a frente do hospital todos os dias. Não podia entrar, mas ficava sempre lá. Só de estar pertinho estava bom”, lembra.

Simone e Alírio já estavam casados há 9 anos no Civil, mas faltava a cerimônia religiosa. A mulher disse que organizou a surpresa com a ajuda da equipe de Assistência Social do hospital.

“Eu tinha certeza que tudo ia dar certo, que ele ia sair bem de lá e fui marcando tudo. Eu avisei que a gente ia casar na saída, para dar forças para ele, mas não contei nenhum detalhe de como seria”, disse a mulher.

Durante todo o período de internação do companheiro, Simone ficou hospedada em um hotel de Gurupi mesmo sem poder visitá-lo. “Eu ia para a frente do hospital todos os dias. Não podia entrar, mas ficava sempre lá. Só de estar pertinho estava bom”, lembra.

Simone e Alírio já estavam casados há 9 anos no Civil, mas faltava a cerimônia religiosa. A mulher disse que organizou a surpresa com a ajuda da equipe de Assistência Social do hospital.

“Eu tinha certeza que tudo ia dar certo, que ele ia sair bem de lá e fui marcando tudo. Eu avisei que a gente ia casar na saída, para dar forças para ele, mas não contei nenhum detalhe de como seria”, disse a mulher.

A cerimônia contou com pastor e um músico. No local também tinha decoração com balões e a esposa levou uma placa que tinha escrito “Casa comigo?”. Um vídeo feito no local mostra que o paciente ficou emocionado ao ver a companheira.

“Toda a equipe da UTI Covid se envolveu com a gente e abraçou a ideia. Fizeram a surpresa junto comigo. Eles estão lá cuidando dos nossos amores, são anjos enviados por Deus. Eles se entregam, se doam”, disse sobre a equipe do hospital.

*Com informações do G1